Ronaldo impediu filho de ver notícias sobre escândalo sexual: «Senti-me envergonhado»

Ronaldo voltou a falar da queixa por violação colocada por Kathryn Mayorga e recorda o dia em que via televisão e sentiu-se envergonhado e com medo de os filhos ouvirem as notícias.

17 Set 2019 | 14:50
-A +A

Durante anos, o silêncio sobre o caso Mayorga era absoluto. Agora, Cristiano Ronaldo volta a falar no escândalo que abalou a sua vida pessoal e profissional. Depois de ter falado à TVI, o internacional português deu uma entrevista ao programa Good Morning Britain, onde recorda a forma como a queixa por violação o abalou.

«Brincar com a dignidade é muito difícil. Existe uma namorada, família, filhos e quando brincam com a nossa dignidade é muito duro», começou por dizer Cristiano Ronaldo, recordando um momento que certamente nunca irá esquecer.

«Lembro-me de um dia estar em casa, na sala, com a minha namorada e a ver as notícias na televisão e falavam ‘o Cristiano isto, o Cristiano aquilo’. De repente, ouvi os meus filhos a descerem as escadas e mudei de canal. Senti-me envergonhado. Eu mudei de canal para o Cristianinho não ver as coisas más que diziam do pai sobre um caso horrível. Honestamente, Isso fez-me sentir muito mal», assumiu.

 

Cristiano Ronaldo chora ao recordar o pai

 

Na mesma entrevista, o jogador recordou o pai que morreu em 2005 e, depois de ver imagens inéditas de José Diniz Aveiro, rompeu em lágrimas. Piers Morgan, o apresentador do programa, questionou-o sobre o que lhe dói mais por não ter o pai presente. «Ser o número 1 e ele não ver nada, não me ver a receber prémios». 

«Ele não viu no que se tornou», disse o profissional britânico. Ao que o jogador concordou: «Nada. A minha mãe, os meus irmãos, até o meu filho mais velho… mas o meu pai não viu nada».

Foi aos 20 anos que Cristiano Ronaldo viu o pai morrer e, hoje, reconhece que nunca o conheceu verdadeiramente. «Não o conhecia a 100%. Ele era uma pessoa bêbeda. Nunca tive uma conversa normal com ele. Era difícil».

 

«A Georgina é a minha alma gémea»

 

O sorriso voltou ao rosto de Cristiano Ronaldo quando fala de Georgina. Ao programa Good Morning Britain, o internacional português assumiu que a namorada é a sua melhor amiga. «Ela é a minha alma gémea», disse. Quando Piers Morgan lhe perguntou se ela é o amor da sua vida, o jogador disse: «Sim, é o amor da minha vida».

É por isso que Cristiano Ronaldo não descarta o casamento. Não só por ele e por Georgina, mas também pela mãe do craque. O jogador diz que é o sonho de Dolores Aveiro vê-lo a subir ao altar.

VEJA TAMBÉM:
«Cá para mim Georgina Rodríguez deu o golpe do baú a Cristiano Ronaldo»
Cristiano Ronaldo em exclusivo na TVI não chega para bater a SIC

 

Texto: Rita Montenegro | Fotos: Reprodução redes sociais

 

PUB
Top