Rui Andrade de rastos: Cantor desaba em lágrimas em direto ao recordar a irmã

Rui Andrade falou abertamente sobre a morte da irmã menos de um mês depois da fatalidade. Em direto, no programa “Dois às 10”, o cantor emocionou-se e revelou ainda que esteve com COVID-19.

19 Fev 2021 | 16:20
-A +A

Rui Andrade marcou presença na emissão desta sexta-feira do programa “Dois às 10”, da TVI, com Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos, para falar da morte da irmã, Teresa, vítima de cancro. Emocionado, o cantor acabou por desabar em lágrimas ao falar de todo o processo da doença ao longo dos últimos dois anos.

“A relação com a minha irmã era a mais próxima possível. Não diria alma gémeas, porque temos as nossas diferenças. Mas eu pedia a opinião dela para tudo, vivia os problemas dela e ela os meus. Eu fui a primeira pessoa da família a saber da doença. Ela ligou-me a chorar. Sempre fui um pilar para a minha família e não podia exteriorizar o que estava a sentir porque já bastava ela estar tão mal e em baixo que tentei por tudo mostrar que não era o fim. Mas, depois de desligar a chamada, deixei-me ir abaixo“, disse o cantor, numa mensagem inicial antes de passar para a entrevista presencial em estúdio.

“Eu rapidamente me conformei com a morte da minha irmã, talvez por conhecer o diagnostico. Acho que ninguém está preparado, embora nestes dois anos tenha tido consciência de que era complicado e que não iria ser fácil. Sou muito racional. Uma parte de mim acreditou até ao fim que ela ia sobreviver a esta doença, pela força que tinha, pela maneira como foi reagindo aos tratamento, mas a minha parte racional estava preparada para que ela não sobrevivesse. Não é nada fácil. A meu ver não é justo, a vida não e justa se não me tinha levado a minha irmã”, completou Rui Andrade.

 

Rui Andrade e família lutaram contra COVID-19 após morte da irmã

 

Já em estúdio, o artista mostrou-se nervoso. “Deixa-me dizer que vos adoro aos dois. Não quero falar mais sobre isto. Falei muito pouco sobre isto durante estes dois anos. Mas, por vocês, por esta casa que sempre me abriu as portas, eu aceitei. Estou extremamente nervoso”, disse. Cláudio Ramos pediu para não estar nervoso e disse que iam conversar como amigos.

Rui Andrade deixou-se guiar e abriu o coração. “Sinto-a aqui. Tenho momentos do meu dia em que falo com ela. Quando sinto mais falta, preciso de ver uma fotografia. Não se explica”, assumiu, para depois acrescentar que não teve tempo para fazer o luto da irmã.

“Dois dias depois, testei positivo à COVID-19 e a minha família toda também. A minha mãe esteve internada. A preocupação não me deixou sentir as saudades da minha irmã. Agora que estamos todos negativos, cada dia se torna mais difícil”, admitiu, de lágrimas nos olhos.

“A minha irmã era uma das que mais vibrava com a minha carreira [chora]. No ‘All Together Now’ [Rui Andrade é um dos cem jurados do programa apresentado por Cristina Ferreira], lembro-me dela muitas vezes. Acho que ela está feliz por me ver feliz naquele papel. Tenho de agradecer a todos. Não me esqueço, mas consigo abstrair-me”, afirmou.

 

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: reprodução TVI e redes sociais

PUB
Top