EXCLUSIVO: Rui Pedro Braz sobre Cristiano Ronaldo: «o respeito e admiração são tremendos»

Após ter entrevistado Cristiano Ronaldo, na antevisão da cerimónia de entrega dos Globe Soccer Awards, Rui Pedro Braz revela bastidores da conferência e faz o balanço de um ano cheio de vitórias.

29 Dez 2019 | 15:50
-A +A

Rui Pedro Braz foi o escolhido para entrevistar Cristiano Ronaldo na conferência que antecedeu a cerimónia de entrega dos Globe Soccer Awards. A TV 7 Dias falou em exclusivo com o comentador da TVI que, desde o Dubai, revelou alguns pormenores sobre este evento e faz o balanço de um ano que teve como pontos altos altos a entrevista exclusiva a Cristiano Ronaldo em Turim (que conduziu com Joaquim Sousa Martins) e também o lançamento da biografia de Jorge Jesus.

Como surgiu a oportunidade de ser moderador nesta conferência?

A TVI24 neste final de ano apostou forte nas Galas Internacionais, com o intuito de oferecer matérias diferenciadas aos seus telespectadores. Transmitimos a Gala da Bola de Ouro, a Gala do Golden Boy e agora a Gala Globe Soccer. Quando iniciámos contactos para esta parceria com o Dubai Sports Council, a organização decidiu convidar-me para moderar alguns dos painéis e eu aceitei de imediato. Quando decidiram que o painel que eu iria apresentar seria o do Ronaldo, foi a conjugação perfeita, porque a minha relação de amizade com ele já vem de trás e o respeito e admiração são tremendos.

Conduziu a entrevista a Cristiano Ronaldo perante uma plateia de peso. Estava nervoso?

Nada nervoso. Zero. Não se trata de arrogância nem falta de noção do peso do momento, mas sim uma consequência natural do trabalho que desenvolvi há já muitos anos. Uma plateia VIP no Dubai merece-me exactamente o mesmo respeito, preparação e concentração que me merece a audiência da TVI24 em Portugal. A dignidade é a mesma e o profissionalismo não se desvia nem um milímetro.

Novo livro em 2020 sobre «grande figura do futebol português e mundial»

Volta a formar dupla com Joaquim Sousa Martins. Depois da entrevista a Cristiano Ronaldo em Turim, estão agora como enviados da TVI no Dubai. Foi coincidência ou planeado?

Não acredito em coincidências, acredito, isso sim, no trabalho e na dedicação extrema aos projectos. Gosto sempre de trabalhar com os melhores e gosto de acreditar que os melhores também gostarão de trabalhar comigo. Pelo menos é para isso que trabalho todos os dias e até agora as coisas têm corrido bem.

O Dubai é, tal como relataram nos diretos que fizeram na TVI, um mundo à parte. Também é assim na paixão pelo futebol?

O Dubai é, efectivamente, um mundo diferente. Em todos os aspectos. Já tinha estado no Qatar, que tem alguns traços semelhantes, mas o Dubai é muito especial, até na forma como vivem o futebol e como admiram as grandes figuras. Revejo-me muito na cultura e em muitos dos hábitos que eles preconizam. Quanto ao futebol propriamente dito, é incrível como um país sem tradição na modalidade endeusa os grandes craques do futebol mundial.

Depois de ter lançado a biografia de Jorge Jesus, fecha o ano com a participação nesta conferência. Que balanço faz de 2019?

Foi um ano especial, como foram todos os que o antecederam e que permitiram que 2019 tivesse sido o que foi. E espero que os próximos sejam também uma consequência natural da evolução que tem ocorrido. Encerrei 2019 a ultrapassar a barreira dos 3.000 programas entre TVI e TVI24, o que para mim constitui um orgulho tremendo. É a minha segunda casa, pelo que constitui um orgulho tremendo alcançar este número ao serviço da estação.

2019 foi um ano com várias viagens profissionais a Madrid e a Turim, com viagens profissionais a Lima (Peru), Rio de Janeiro, Doha (Qatar) e Dubai. Pelo meio, muitas presenças na TVI, muito trabalho invisível, muito esforço também em novos projectos. O livro do Mister Jesus foi uma realidade e para o início de 2020 já está outro livro na calha, também sobre uma grande figura do futebol português e mundial. Não se pode abrandar, o caminho faz-se caminhando e em frente é a única direcção.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: Globe Soccer Awards e DR

 

Veja mais:
Ronaldo revela pedido do filho: «aguenta mais uns anos que eu gostava de jogar contigo»
«Jorge Jesus é uma pessoa muito forte psicologicamente»
Campeão da solidariedade! Jorge Jesus doa direitos de biografia a crianças com cancro

PUB
Top