Revolução em Queluz de Baixo: Saiba quem vai ser o novo diretor de informação da TVI

A TVI está a atravessar um momento de profunda transformação. Depois do regresso de Cristina Ferreira, é conhecido o nome do sucessor de Sérgio Figueiredo, ex-diretor de informação da estação.

18 Jul 2020 | 13:42
-A +A

A nova direção de informação da TVI será apresentada na próxima segunda-feira e a TV 7 Dias revela-lhe quem será o sucessor de Sérgio Figueiredo, que abandonou o lugar de diretor de informação na semana passada. O cargo de diretor de informação irá ser ocupado por Anselmo Crespo, atual subdiretor da TSF.

Natural de Leiria, Anselmo Crespo, de 40 anos, começou a sua carreira jornalística na SIC em 2002. Em 2005, assumiu o cargo de subdiretor da rádio detida pelo Global Media Group.

A TV 7 Dias sabe também que João Fernando Ramos, pivô da RTP, irá também integrar esta equipa, e ficará responsável pela redação do Porto. Esta sexta-feira, 17 de julho, foi também revelado que Pedro Mourinho abandona a SIC para se mudar para a estação de Queluz de Baixo, onde assumirá o cargo de subdiretor de informação.

Contactada pela TV 7 Dias, a TVI não fez comentários sobre estas contratações. Anselmo Crespo não respondeu à mensagem enviada e João Fernando Ramos não quis fazer comentários.

Mais ‘tubarões’ nos media

O setor dos media está novamente em ebulição, com mudanças não só na informação e no entretenimento, mas também a nível empresarial. Depois de Mário Ferreira ter comprado 30,22% do grupo Media Capital, há outro ‘tubarão’ prestes a entrar no negócio dos media: Marco Galinha. O empresário do grupo Bel (que, tal como Mário Ferreira, foi jurado do programa da SIC Shark Tank) irá comprar 40% do grupo Global Media, que detém títulos como o DN, JN, O Jogo e TSF. O Sol, que avança com a notícia, adianta também que só falta assinar o documento que viabiliza o negócio.

Em abril, Marco Galinha chegou a apresentar uma proposta de compra do grupo Media Capital, depois de a Cofina ter desistido do negócio. Esta sexta-feira, num volte face inesperado, o grupo detentor do Correio da Manhã afirmou que ainda «está interessado na aquisição da Media Capital».

No mesmo dia, a Entidade Reguladora para a Comunicação Social divulgou que vai proceder a uma avaliação às mudanças na estrutura empresarial da empresa detentora da TVI. «A ERC – Entidade Reguladora para a Comunicação Social, tendo tomado conhecimento de mudanças relevantes na estrutura da TVI, está a avaliar o âmbito das mesmas e eventual configuração de nova posição. Em análise está a eventual alteração não autorizada de domínio, que envolve responsabilidade contraordenacional e pode dar origem à suspensão de licença ou responsabilidade criminal, tendo em conta o artigo 72.º da Lei da Televisão e dos Serviços Audiovisuais a Pedido», pode ler-se no comunicado.

Trocando por miúdos, o que o regulador dos media quer é uma resposta à pergunta: afinal, quem manda na TVI?

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: Arquivo Impala

 

Veja mais:
Mais transferências: Pedro Mourinho troca SIC pela TVI e irá assumir pasta da informação
Sérgio Figueiredo abandona direção de Informação da TVI

PUB
Top