Salvador: “Se amanhã morrer, morro super feliz!”

As declarações emocionantes do artista português do momento.

14 Mai 2017 | 15:06
-A +A

Tanto na RTP como na estação de Carnaxide, SALVADOR SOBRAL assumiu os graves problemas cardíacos que “podem levá-lo mais cedo”. “Esta doença é um problema pequenino”, concedeu ao “Alta Definição”, SIC, de Daniel Oliveira. Depois, porém, o vencedor do Festival Eurovisão da Canção assumiu que aprendeu a conviver com a sua condição porque ela veio a revelar-se pouco a pouco, “através do cansaço e de outros sintomas chatos”.

“Quando acordo e respiro, e estou bem, o dia só pode correr bem”, remedeia Salvador. “Nesses dias, choro, mas no dia seguinte já estou completamente bem”, diz, embora considere que vive aprisionado pela doença. “Sentir-me preso é o pior. Cada pessoa tem o seu problema. Não sou especial. Só tenho este problema…”

“Se amanhã morrer, morro super feliz”, garantiu no programa. Porém, assume que “gostava de ter filhos”. “Mas estou bem comigo próprio”, assume. E explica ainda que “esta noção de finitude” também o “ajuda em palco”.

“Não sei se vai correr tudo bem”, lamenta. “Se há saúde, é o essencial”. E à pergunta “o que dizem os teus olhos”, a assinatura de Daniel Oliveira, Salvador respondeu: “Os meus olhos refletem esperança”

Reveja a insterpretação de Salvador na Eurovisão, aqui.

PUB
Top