Sandra Felgueiras diz que suspeito do caso Maddie McCann «quer regressar a Portugal»

Sandra Felgueiras regressa esta noite com o Sexta às 9, na RTP1, e a história de investigação centra-se em Christian Brückner. «A Justiça não funcionou» diz a jornalista.

18 Set 2020 | 19:30
-A +A

Sandra Felgueiras regressa esta noite à antena da RTP1, à hora certa, para mais uma temporada do Sexta às 9. O arranque do programa prende-se com a investigação do caso Madeleine MCcann, menina inglesa que desapareceu em Lagos, Algarve, em junho de 2007. A repórter do canal público viajou até à Alemanha à descoberta das peças fundamentais sobre este caso que tem gerado controvérsia em todo o mundo. Mais concretamente sobre Christian Brückner, de 43 anos, o principal suspeito do rapto da menor, que está preso no país de Angela Merkel.

«Esta investigação está muito para além do caso Madeleine McCann. Aquilo que vamos demonstrar é algo que me deixa absolutamente inquieta. É a demonstração cabal de que, durante 22 anos, Portugal conviveu com um predador sexual que terá cometido muitos mais crimes daqueles que nós hoje sabemos –  ao todo 12 vítimas, 9 em Portugal – praticamente todos os crimes a serem julgados na Alemanha», revela à Maria.

Um crime idêntico um mês antes de Madeleine ter desaparecido

Para Sandra Felgueiras este é um «claro falhanço» da justiça portuguesa e a descredibilização da investigação conduzida por Gonçalo Amaral, ex-inspetor da PJ. «Uma incapacidade total para vermos o que estava à nossa frente. Casos arquivados em 24 horas, pessoas que nunca foram interrogadas… A história de Christian Brückner é um caso de 22 anos que o País não conhecia e agora ficará a olhar para a televisão. Como é que é possível que, em abril de 2007, apenas um mês antes de Madeleine McCann ter desaparecido, ter ocorrido um crime idêntico em Portugal? Nunca ninguém o ouviu na televisão», diz a jornalista.

«A Justiça não funcionou»

A jornalista conta que o seu regresso será marcado por esta história que tem de deixar o público inquieto por uma coisa simples: «Temos de confiar na Justiça, mas ela não funcionou e a prova cabal chama-se Christian Brückner. Ele está detido na Alemanha e a chave final do meu programa é a vontade que ele expressou em tribunal, e que é tremenda: Se sair da cadeia quer regressar a Portugal.»

Sandra Felgueiras mostra-se ansiosa com o regresso do seu programa. «Espero que o Sexta às 9 se mantenha por muitos e longos anos e dê que falar pela positiva. Estamos no ar desde 2012 e nenhum formato como este se manteria sem ter como palavra-chave o rigor total. Não há nenhuma afirmação que seja dita sem ser completamente balizada em factos. Essa é a nossa imagem de marca há muitos anos».

Texto: Carla S. Rodrigues e Dúlio Silva; Fotos: Instagram e D.R.
Veja também:
Sandra Felgueiras arrasa tese de Gonçalo Amaral sobre caso Maddie: «Falhas irreparáveis»
Diretora de Informação da RTP acusada de sabotar investigação de Sandra Felgueiras

PUB
Top