“Santinha” é que não: Fátima Lopes assume desconforto com Goucha

Fátima Lopes assume que não gosta que lhe chamem santinha e que já tinha avisado Manuel Luís Goucha. Eis a resposta à polémica com o apresentador.

28 Mai 2021 | 18:00
-A +A

Fátima Lopes foi uma das convidadas do “5 Para a Meia Noite”, desta quinta-feira (27), e respondeu de sorriso nos lábios a (quase) todas as questões de Inês Lopes Gonçalves e Miguel Rocha na rubrica “Pressão no Ar”.

A apresentadora entrou na brincadeira e até contou como foi enganada durante a apresentação de um programa das manhãs ao ser abordada por um ator fazendo-se passar por um fã. “Há muitos anos num programa da manhã apanhei um susto com um ator. Salta-me um rapaz do público a dizer que era meu fã, põe-se de joelhos, mostra-me recortes meus, declara-se, queria fugir comigo para o Barreiro… Ele fez aquilo com tal aflição, os meus colegas da realização estavam muito sérios… até que pedi para o levarem dali. Quando percebi que  era um ator contratado, apeteceu-me dizer para ir tudo aos recursos humanos e ir tudo embora…”, ri-se, não revelando qual o programa e canal em questão.

Mas pergunta que a fez mudar de expressão e colocar uma cara séria veio a seguir, quando Inês Lopes Gonçalves quis saber se Manuel Luís Goucha a chama de “Santinha”, numa clara alusão à polémica que se instalou quando Fátima Lopes foi ao programa de Júlia Pinheiro. No mesmo dia Manuel Luís Goucha esteve com Cristina Ferreira no Cristina ComVida onde revelou que nesse dia tinha enviado uma mensagem a Júlia Pinheiro onde dizia: ‘Deus te proteja que a Santinha vai a caminho”. Mais tarde explicou que era uma piada privada e que tratava, por brincadeira, Fátima Lopes de “santinha”. Aliás, o apresentador já tinha revelado o porquê em 2016 durante a apresentação da plataforma digital da comunicadora, Simply Flow.

Fátima Lopes confirma agora que Goucha a chamou de “santinha”. “Chamou algumas vezes no passado e eu disse que não queria que ele me chamasse porque eu não gosto. Eu tenho um nome, é Fátima Lopes. Está esclarecido“, sublinha.

A Pressão no Ar continuou com uma pergunta sobre vedetismo em televisão, mas Fátima não quis falar em nomes. “Não posso dizer a pessoa com mais tiques de vedeta que conheci. Mas há pessoas insuportavelmente vedetas. O Manel não é nada vedeta a trabalhar. Gosto muito de trabalhar com ele. Eu gosto de separar as coisas e tenho essa capacidade”, garante.

Quanto à última questão da rúbrica sobre com quem Fátima Lopes co apresentava um programa, quem despedia e quem promovia, a comunicadora entrou na brincadeira e explicou bem as suas escolhas. “Eu não vou nunca despedir ninguém. Não posso promover a Cristina que já está no topo da prirâmide. Promovo a Maria Cerqueira Gomes porque devemos dar lugar aos novos e posso co apresentar com a Cristina…”, diz, sendo interrompida por Inês Lopes Gonçalves tom de brincadeira: “Manuel Luís Goucha ia aos recursos humanos”. Fátima Lopes ri-se e responde: “Para culminar a história da santinha”.

Fátima Lopes apresenta 5 Para a Meia Noite

No início da curta entrevista a Fátima Lopes a apresentadora garantiu que continua a ser apresentadora apesar de estar fora do ecrã desde dezembro e ter saído da TVI, sem qualquer convite, em janeiro. “Eu não deixei de ser apresentadora, isto é uma paixão. Apresentar programas é uma paixão. Às vezes as pessoas é que olham para nós e limitam-nos, só nos veem a fazer aquilo. Agora já perceberam que faço outras coisas e que até só feliz a fazer outras coisas”, afirma para acrescentar:

“Acho que consegui que as pessoas percebessem que estou mais do que viva, mais do que ativa a fazer muitas coisas ao mesmo tempo, só não é o que estão habituados a ver. Trabalho que nem uma ursa.”

Inês Lopes Gonçalves propôs ainda um desafio à apresentadora, colocando-a a apresentar canais como o Panda, Bola TV ou Playboy e ainda lhe cedeu a cadeira do 5 Para a Meia Noite para anunciar o próximo convidado: João Cotrim Figueiredo, deputado da Inicitiva Liberal e antigo Diretor de Programas da TVI.

E foi aqui que os dois deixaram Inês Lopes Gonçalves de boca aberta ao revelarem que foi João Cotrim de Figueiredo a contratar Fátima Lopes da SIC para a TVI, em 2010. “O Cotrim Figueiredo foi o meu primeiro diretor na TVI, foi ele que me foi buscar. Ainda hoje nos damos muitissimo bem”, diz.

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: redes Sociais
Veja também:
Fátima Lopes foi abordada novamente pela TVI e recusou novo programa
Contamos o que ninguém viu: Fátima Lopes emocionou-se ao pisar novamente estúdio da TVI

 

PUB
Top