Sara Norte esteve 15 anos sem fazer árvore de Natal. E explica falta de ligação à quadra!

O Natal voltou a ter um simbolismo especial para a atriz desde que começou a namorar com Vasco Cruz. «Até comprei a minha primeira árvore no ano passado. Já não montava uma há 15 anos», revela.

21 Nov 2019 | 18:50
-A +A

Depois de anos atribulados, com a prisão por tráfico de droga e a morte da mãe, a também atriz Carla Lupi, Sara Norte está definitivamente num novo ciclo da sua vida. E até no Natal essa mudança se sente.

Em declarações à TV 7 Dias, a intérprete assume que a falta de relação com a quadra que se aproxima a passos largos se começou a notar, precisamente, aquando do desaparecimento físico da progenitora. «Não ligo muito ao Natal desde que a minha mãe faleceu. Ela é que tinha essa tradição», começa por nos contar.

Contudo, tudo mudou há três anos, com o início do relacionamento com o assistente de produção Vasco Cruz. «Desde que estou com ele, comecei a festejar novamente o natal. No ano passado, a Consoada foi em minha casa, com família do meu namorado, e o dia 25 com o meu pai. Este ano, provavelmente vamos passar o dia 24 com o meu pai e o dia 25 com os pais do meu namorado.»

Vasco Cruz contribuiu, de facto, para que o espírito natalício se voltasse a sentir na vida de Sara Norte. «Sim, é verdade. Até comprei a minha primeira árvore de Natal no ano passado. Já não montava uma desde que os meus pais se separaram, há cerca de 15 anos. Além disso, vivo sozinha desde os 17 e nunca fiz árvores de Natal nem nada», revela a atriz.

Não tem um simbolismo especial voltar a decorar um pinheiro aos 34 anos? «Sim, claro que sim. Mas agora também tenho o meu lar, uma pessoa de quem gosto e com quem me vejo a ter um futuro. Tenho uma vida estável», corrobora a atriz, que, apesar do entusiasmo, não esconde que vive a quadra natalícia sem o brilho de outrora. «É um dia em que a família está toda reunida, como acontece em tantas noites e tantos dias ao longo do ano… É mais um pretexto para isso acontecer. Talvez fique mais emocional nesse dia, ou mais nostálgica, mas é mais um dia em que estou com a minha família, o que é normal», relativiza.

 

Fora do telefilme de Golpe de Sorte

 

Declarações feitas à margem da apresentação à imprensa do Projeto Trezes, conjunto de telefilmes a serem transmitidos, a partir do último trimestre de 2020, pela RTP1. Sara Norte protagoniza um deles, A Morte do Super-Homem, adaptado por Pedro Marta Santos de um conto de Rui Zink e realizado por João Teixeira.

«Faço par romântico com o Afonso Lagarto, o que é giro, porque ele é meu amigo de infância. O meu pai [Vítor Norte] e o dele [João Lagarto] são melhores amigos e nós crescemos praticamente juntos. Nunca tínhamos trabalhado juntos. Foi muito bom reencontrar-me com ele e poder contracenar com ele», diz à TV 7 Dias.

A química foi imediata. «Temos química de irmãos, praticamente. Crescemos juntos. Temos uma infância passada juntos. Quando soube que ele ia ser meu marido, fiquei muito contente», recorda ainda.

As filmagens já terminaram e este é, portanto, um projeto encerrado. Fechado está também o capítulo Golpe de Sorte. A série da SIC vai dar origem a um telefilme, a ser exibido na época natalícia, mas Sara Norte não faz parte dele. «Para mim, está fechado. Correu muito bem. Gostei muito de fazer e acredito que agora mais coisas vão aparecer. É um projeto que vai ficar para sempre no meu coração», resume. «Acredito que 2020 venha com coisas fresquinhas», acrescenta.

 

Transplante do futuro sogro? «Correu tudo muito bem»

 

Uma dessas «coisas fresquinhas» é… o casamento pelo civil. «Em princípio, será em maio. Talvez daqui a dez anos nos casemos pela igreja», augura a futura mulher de Vasco Cruz.

Quanto à irmã, Beatriz, de 14 anos, que está a lutar contra uma leucemia há dois, «está tudo bem». «Ela ainda está em tratamento, mas com ótimas perspetivas», diz, com um sorriso no rosto, o mesmo que apresenta quando fala do pai do namorado, que foi recentemente sujeito a um transplante renal. «Ele está ótimo e não teve problemas alguns. Correu tudo muito bem», remata.

 

VEJA TAMBÉM:
Sara Norte assinala data especial com momento íntimo!
Emocionante! Sara Norte recorda «mamã» no dia da sua morte
Sara Norte recebe visita da irmã que luta há dois anos contra uma leucemia

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Impala, Pedro Pina/RTP e reprodução redes sociais

PUB
Top