Sara Prata confessa: «As pausas são para explorar o mundo. Trabalho para o meu prazer»

Sara Prata está de regresso ao trabalho com a nova novela da TVI, Prisioneira, depois de ter feito uma pausa e aproveitou para viajar pelo mundo.

18 Abr 2019 | 8:45
-A +A

Sara Prata aproveitou uma pausa na representação, após o final das gravações da novela Jogo Duplo, da TVI, para concretizar um dos seus maiores sonhos. De mochila às costas, a atriz decidiu aventurar-se pela América Latina e percorreu seis países no espaço de três meses. Deixou Portugal no final de setembro do ano passado para conhecer um roteiro magnífico que mostrou nas redes sociais. Passou pela Costa Rica, Colômbia, Peru, Bolívia, Chile e Argentina.

Sara está agora de volta ao trabalho com a novela Prisioneira, a próxima produção de ficção da TVI. Ainda assim, não esquece os últimos meses do ano de 2018. Em declarações ao nosso site, durante a apresentação do filme Quero-Te Tanto, a atriz revela estar satisfeita com o seu percurso pessoal e profissional.

«Já estou de volta ao trabalho com a Prisioneira. Tem sido muito bom. Começámos [a gravar] há muito pouco tempo mas dá-me muito gosto voltar outra vez àqueles estúdios. Gravar é sempre bom. O bichinho está sempre cá», revela.

Quanto à viagem pelo mundo fora, Sara admite ter saudades.

«Foi maravilhoso. Eu adoro viajar. Sempre disse que as pausas são para explorar o mundo e é para isso que eu trabalho. Trabalho para o meu próprio prazer. Tenho sorte em ter a profissão que tenho, que é a minha paixão, e depois nas horas livres também me dedico a mim e às minhas coisas», confessa.

Longe de Portugal, Sara garante que cresceu como pessoa e que ao ser questionada sobre o facto de «ir para se encontrar», responde, de imediato, que não: «Há muita gente que faz a pergunta ‘Foste viajar tanto tempo… Vais para te encontrar? Vais à procura de ti?’». Mas perante as perguntas, Sara frisa que não.

«Não, eu sei quem eu sou. Eu gosto mesmo é de encontrar o mundo. O encanto, a brutalidade da natureza… Risquei muita das coisas da minha lista de sonhos e fica tudo no meu coração. Acho que é isso que as viagens têm de especial. Cada cantinho é incrível», acrescenta.

Já sobre as saudades, Sara diz que «hoje em dia quase que não há». «Estamos ligados 24 horas, se for preciso, pelas tecnologias», termina.

Leia ainda:

Sara Prata sobre reportagem de FALSOS CASTINGS: «É altamente perturbadora»

Longe de Portugal, Sara Prata CONFESSA: «começa a bater a saudade»

 

Texto: Márcia Alves| Fotos: Zito Colaço

PUB
Top