Sérgio Duarte está revoltado com a GNR e até equaciona deixar o trabalho

Sérgio Duarte ainda não voltou ao trabalho desde que saiu do Big Brother e não o fará até 2025. Ele explica tudo, em exclusivo à TV 7 Dias, e conta que não pode entrar no Dilema, mesmo que quisesse.

20 Jun 2024 | 9:15
-A +A

Foi no dia 22 de abril que Sérgio Duarte foi obrigado a desistir do Big Brother. O militar da GNR não obteve a tempo a autorização da entidade patronal para poder continuar dentro da casa. Uma decisão que, desde o início, disse ter-lhe custado tomar. Mais, foi anunciado no Dois às 10, mas não compareceu por também não ter autorização para tal, assim como estar nas galas do Big Brother.

Dois meses depois, em conversa exclusiva com a TV 7 Dias, o ex-concorrente revela que já tem essa “autorização da GNR desde domingo, dia 9”, por isso já esteve em duas galas do formato. “Já podia ter ido à gala em que a Margarida foi expulsa, mas por causa das minhas pequenitas [N.R.: Leonor, três anos, e Constança, de 11 meses], a Vanda não podia ficar com elas, teve de trabalhar até mais tarde, não as consegui deixar com ninguém. Na outra já ficaram com a minha sogra”, diz.

Sérgio teve de esperar cerca de três semanas para saber se podia marcar presença em programas de televisão. “Agora, como já saí há mais tempo, não sei se irei ao Dois às 10 ou ao Goucha. Talvez já não faça sentido. Eles convidaram-me logo quando saí, tinha tudo marcado, mas não tinha autorização superior, tive de preencher o formulário para fazer tudo certinho, agora que está, não tive qualquer tipo de contacto ainda. Mas também não procurei.”

Leia toda a conversa com Sérgio Duarte na revista TV 7 Dias em banca

TV 7 Dias

 

Texto: Ana Lúcia Sousa (ana.lucia.sousa@worldimpalanet.com)
Fotos: Divulgação TVI e Reprodução Instagram
PUB