Sérgio Praia, o vilão de “Amar Demais”, tem concorrente favorito no “Big Brother”

Sérgio Praia é espectador assíduo do “Big Brother – Duplo Impacto”, do mesmo canal. O Raul de “Amar Demais”, da TVI, não esconde quem é o concorrente preferido e até comenta o Instagram da pessoa.

28 Jan 2021 | 15:30
-A +A

Sérgio Praia é um dos atores mais conceituados da sua geração. Mas o que ninguém estava à espera era que o grande vilão da novela “Amar Demais”, da TVI, onde “veste a pele” de Raul, fosse fã de “Big Brother – Duplo Impacto”, da TVI.

Não, não foi nenhuma partilha que o ator de 43 anos fez nas suas páginas oficiais, mas sim um comentário na página de Instagram de… Noélia.

 

“Olha, o Sérgio Praia apoia a Nênê!”

 

No passado domingo, dia 24 de janeiro, após se saber que a concorrente algarvia era a líder da semana, foi publicado na rede social de Noélia a seguinte frase: “Antes de mais quero agradecer a TODOS por terem votado em mim para permanecer na casa mais uma semaninha. Obrigada também por me terem escolhido como líder. Obrigada a todos pelo apoio”, lê-se.

De imediato surgiu um coração verde na publicação. E quem fez esse comentário? Sérgio Praia!

Até que se lê… “Olha, o Sérgio Praia apoia a Nênê!” E o ator responde: “Claro”, acompanhado de um coração. “Mas em ‘Amar Demais’ és mau”, brincam. E Sérgio responde com simpatia: “Faz parte do trabalho de ator!”

Veja as imagens na nossa galeria.

 

Sérgio Praia revela que roubou o pai para sobreviver e dormiu na rua

 

Sérgio Praia foi o convidado de Manuel Luís Goucha do programa Você na TV! no dia 10 de setembro e fez algumas revelações sobre o passado de sonhos que o fez abandonar a terra natal de Ovar, as dificuldades financeiras que o obrigaram a dormir na rua e ainda o afastamento da família.

O ator começou por falar sobre a infância marcada pelo ballet, dança que praticou durante cerca de quatro anos às escondidas da família, que nunca apoiou o sonho do ator de ser bailarino. “Ser bailarino na altura era associado a coisas menos boas para eles. Não era uma profissão de futuro boa para mim”, começou por dizer.

Depois de descoberto pelos pais o sonho que escondia e praticava, Sérgio acabou por sair da dança e foi trabalhar para as obras, no Furadouro, acompanhando o progenitor. “Aos 13,14 anos eu já ajudava o meu pai nas obras. Era uma coisa que eu não gostava, que eu odiava, mas hoje em dia agradeço porque aquilo ajudou-me a construir o alicerce cá dentro. Eu só queria ir para a praia e poder dançar e estar com os meus amigos”, contou.

 

Fugiu para o Porto para realizar sonho

 

O ator confidenciou ao apresentador não ter sido “um jovem muito feliz”, que “só era feliz na praia” e que “estava completamente perdido” quando decidiu fugir para o Porto em busca de um sonho maior: o teatro.

“Eu vou para o Porto aos 16 anos, quando decidi abandonar tudo o que me prendia ao lado familiar para me pôr à prova. Para perceber se aquilo que eu realmente tinha cá dentro valia de alguma coisa, se chegava aos outros”, afirmou.

 

Leia mais sobre esta história aqui.

 

Texto: Andreia Costinha de Miranda; Fotos: Reprodução Instagram

 

Leia também:
Sérgio Praia não perdoa os pais: “Sinto-me vazio. Não sinto que haja ligação”

PUB
Top