Série juvenil está amaldiçoada

Um dos protagonistas matou-se esta semana. Suicídio, overdose, pornografia e violência doméstica atingem atores.

31 Jan 2018 | 13:10
-A +A

«Glee» foi uma série musical norte americana de grande sucesso entre os adolescentes, desde a sua estreia em 2009 até ao seu término em 2015. Mas ao seu sucesso, junta-se, também, uma lista de tragédias e polémicas que envolvem e atingem os atores que nela participaram.

O caso mais recente aconteceu esta terça-feira, 30 de janeiro. Mark Salling, que interpretou Puck na série, foi encontrado morto, aos 35 anos de idade. O corpo do ator norte-americano foi encontrado no rio Los Angeles, na região de Sunland onde vivia, e a causa terá sido suicídio. Salling aguardava a leitura da sentença, depois de se ter dado como culpado da posse de pornografia infantil.

Leia ainda: Ator Mark Salling declara-se culpado

Violência doméstica

Em novembro de 2017, a atriz Naya Rivera, a Santana de «Glee», foi presa e acusada de agredir o marido, Ryan Dorsey. Pagou uma fiança de mil dólares e saiu em liberdade. De acordo com a imprensa local, a polícia questionou Dorsey, que disse às autoridades ter sido atingido na cabeça e na cara, quando ambos se preparavam para levar o filho a passear. O marido da atriz terá entregue à polícia um vídeo das agressões, adianta a CNN. Terá sido mesmo esse vídeo que levou a polícia a deter Naya Rivera.

Morte misteriosa

Em julho de 2014, o namorado da atriz Becca Tobin, que interpreta Kitty Wilde na série, foi encontrado morto num quarto de hotel em Filadélfia. O corpo de Matt Bendik  foi descoberto por  uma empregada do hotel. Becca encontrava-se na cidade a acompanhar o namorado, Matt, numa viagem de negócios, já que este era proprietário de várias casas de diversão noturna nos Estados Unidos.

Nenhuma droga, medicação ou arma foi encontrada no seu quarto. E as causas da morte nunca foram esclarecidas. Segundo o «Daily Mail», familiares de Bendik acreditam que ele tenha sofrido um ataque cardíaco devido ao stress.

A overdose do protagonista

Em julho de 2013, o ator Cory Monteith, o galã Finn Hudson em «Glee», foi encontrado morto, aos 31 anos, num quarto de hotel em Vancouver, no Canadá. As autoridades confirmaram que o protagonista da série morreu após injetar heroína e beber champanhe.

Monteith era um dos personagens principais de «Glee» e namorado (na ficção e na vida real) da atriz Lea Michele.

Veja as imagens dos protagonistas da «maldição» na fotogaleria.

Texto Inês Neves | Fotos: Reprodução Facebook, Instagram e Reuters

PUB
Top