Sexo, prostituição e tráfico humano inspiram série da RTP1

Luz Vermelha estreia esta sexta-feira à noite e aborda a imigração ilegal e o tráfico humano, numa história inspirada no movimento Mães de Bragança.

11 Out 2019 | 8:40
-A +A

A pacatez de Bragança foi interrompida quando, em 2003, um grupo de mulheres se juntou para protestar contra as prostitutas brasileiras que chegavam à terra para trabalharem em casas de alterne. O movimento Mães de Bragança acabou por ter uma repercussão fora de Portugal e agora serve como inspiração para Luz Vermelha, a série da RTP1 que se estreia esta sexta-feira à noite. Sexo, prostituição e tráfico humano são ingredientes para este novo projeto de fição nacional, da autoria de Patrícia Müller e realizado por André Santos e Marco Leão.

Conheça aqui quem é quem, nesta história que começa quando uma jovem brasileira chega a Portugal, em busca de uma nova vida. Porém, vê-se obrigada a prostituir-se, indo trabalhar para o Sela. Porém, dois jornalistas deparam-se com uma rede de tráfico humano, enquanto um grupo de mulheres escreve uma carta anónima à imprensa portuguesa.

Quem é quem:

 

Carlos Bainha (Joaquim Monchique) – empresário da noite, dono do Sela, considera-se dono das mulheres que trabalham para si, na sua maioria, imigrantes ilegais. Criminoso, escapa, há vários anos, às autoridades, à medida que foi construindo um império de casas de alterne.

Bruna (Mariana Badan) – Aos 22 anos, esta jovem brasileira chega a Portugal com a esperança de encontrar uma vida melhor. Deixou, no Brasil, a filha, de dois meses, doente. Ao contrário de muitas raparigas que são recrutadas para as redes de tráfico e prostituição, Bruna vem ao engano e não sabe o que o novo emprego a espera. Vai parar ao Sela. Bonita, a jovem desperta a atenção de um cliente, Rui Martins, presidente de uma comissão europeia, casado e com filhos.

Inna (Sofia Nicholson) – É a madame do Sela e uma sobrevivente no mundo da noite. É a prostituta mais cara da casa, embora já quase não receba clientes. Também ela não sabia ao que vinha quando chegou a Portugal, vinda da Rússia, e descobriu-o da forma mais cruel.

Ângela Macedo (Margarida Vila-Nova) – Jornalista, divorciada, Ângela vive torturada pelo seu passado misterioso. Mulher de causas, quer desmascarar as pessoas ligadas ao tráfico e violência contra as mulheres. Percebe que algo se passa no Sela e acaba por ser alvo de vários ataques.

Andreia (Sara Norte) – Prostituta no Sela, tem problemas com Carlos Bainha devido aos clientes.

Daisy (Tati Pasqual) – Brasileira, prostituta no Sela, acredita nos poderes do oculto.

Tatiana (Cecília Henriques) – Trabalha no Sela como prostituta.

Doriane (Renata Ferraz) – Prostituta, apaixona-se por um dos clientes do Sela.

Benício Gomes (Afonso Pimentel) – Trabalha no Sela com o irmão, por quem tem um sentido apurado de lealdade. É segurança e pau para toda a obra. É ele que vive da imigração ilegal, tem olho para reconhecer as mulheres frágeis ou em situações difíceis, passíveis de serem apanhadas em redes. É já conhecido das autoridades, devido a casos de violência, extorsão, rixas…

Bento Gomes (João Baptista) – Segurança no Sela, com o irmão, é a ele que Carlos recorre quando quer castigar alguma prostituta. Daria a vida por Benício.

José Nuno Brandão (Graciano Dias) – Inspetor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, quer ajudar as prostitutas e, por isso, investiga há algum tempo uma rede de tráfico de mulheres, imigração ilegal e lenocínio que opera no norte.

Fernando Avelar (Cesário Monteiro) – Jornalista veterano, é enviado para trabalhar com Ângela Macedo na investigação da rede de tráfico humano.

Mário Barbosa (João Lagarto) – Chefe de redação do jornal, é um homem honesto e de princípios.

Domingas (Teresa Madruga) – Habitante da vida, é uma mulher dura, marcada pela violência doméstica.

Rui Martins (Dinarte Branco) – Presidente de uma comissão europeia, quer pautar a sua vida pela honestidade, longe das ilicitudes que praticou para chegar ao cargo. É casado com Pilar Abrantes Martins, de quem tem dois filhos: Catarina e Joaquim.

Pilar Abrantes Martins (Maria João Pinho) – Casada com Rui Martins, é uma mulher que não olha a meios para conseguir o que quer. Vive um casamento de fachada. Tem o disfarce perfeito para o seu modo de vida elevado e é por isso que lida mal com a vontade do marido em levar uma vida honesta.

Catarina Martins (Ana Lopes) – Filha mais nova de Rui e Pilar.

Joaquim Martins (Luís Ganito) – Filho mais velho de Rui e Pilar, irá gerar instabilidade na família.

António Martins (Paulo Calatre) – Empresário, irmão de Rui Martins, desenvolve uma atividade secreta com um sócio improvável.

Elisabete Martins (Ângela Marques) – Casada com António Martins, vive na ignorância em relação a alguns aspetos da vida do marido.

Celeste Messias (Alexandra Sargento) – Casada com Vítor Messias, é a fundadora do movimento Mães de Bragança. Mulher antiga e de ideias rígidas, vive um casamento já degradado e culpa as prostitutas brasileiras por isso.

Vítor Messias (Adriano Carvalho) – Empresário, é casado com Celeste e cliente do Sela. Apaixona-se por uma das prostitutas.

 

Saiba mais sobre a nova série da RTP1 na edição desta semana da TV 7 Dias. Já nas bancas!

 

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais | Fotos: RTP

 

PUB
Top