Falta de transparência?! SIC questiona ERC sobre mudanças na estrutura acionista da TVI

A Impresa, que tutela a SIC, pediu esclarecimentos à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) sobre as mudanças na estrutura da TVI. Cristina Ferreira também deverá ser acionista.

30 Jul 2020 | 14:50
-A +A

A Impresa, empresa detentora da SIC, enviou uma carta à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) pedindo esclarecimentos sobre as mudanças que a estrutura acionista da Media Capital, que tutela a TVI, sofreu nos últimos meses.

A missiva surge na sequência de o regulador dos media ter anunciado que vai realizar uma «averiguação rigorosa» às «mudanças relevantes na estrutura da TVI», referindo que estava «a avaliar o âmbito das mesmas e eventual configuração de nova posição». Isto depois da entrada de Mário Ferreira no capital da Media Capital, através da Pluris Investments, comprando 30,22% das ações da Vertix por 10,5 milhões de euros.

«Os factos que estão na base da presente intervenção, a comprovarem-se como verdadeiros, constituem exemplos de condutas contrárias e gravemente violadoras, ainda que de forma encapotada, dos princípios e regras que regem o exercício da atividade de televisão em Portugal, pondo em causa o funcionamento transparente do mercado dos meios de comunicação social», frisa a Impresa e a SIC, que «entendem que há um conjunto de questões que devem ser oportunamente objeto de esclarecimento para salvaguarda» dos interesses públicos e coletivos.

Segundo a agência Lusa, que teve acesso à carta, a empresa que detém a estação de Paço de Arcos questiona ainda o organismo se, durante todo o processo, foram cumpridas todas as obrigações e informação previstas na Lei da Transparência, E pede ainda esclarecimentos sobre a acumulação de cargos em diferentes empresas do presidente executivo da Media Capital, Manuel Alves Monteiro.

 

Saiba tudo aqui.

 

Cristina Ferreira também deverá ser acionista

 

A carta enviada pelo grupo de media que detém a SIC também surge após Cristina Ferreira ter trocado este canal pela TVI, dois anos depois de ter feito o percurso inverso. Só que, desta vez, a apresentadora estará em Queluz de Baixo com mais poderes do que nunca.

Além de ter sido nomeada Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, a malveirense tem a intenção de comprar uma participação de 1 a 2% da Media Capital, com o intuito de tornar-se, portanto, accionista do canal. A empresa detentora da TVI confirmou, entretanto, num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que «Cristina Ferreira manifestou junto do acionista Promotora de Informaciones, S.A. (Prisa) a intenção de adquirir uma participação no capital social da Sociedade».

 

VEJA TAMBÉM:
Ricardo Costa sobre saída de Cristina: «Foi apanhada a comer doces da despensa»
Cristina Ferreira escolhe novo reforço para Você na TV. Saiba quem é!
Cristina Ferreira mete a mão na massa no próximo Big Brother!

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top