Sónia Tavares recorda relação abusiva que teve: “Havia muita agressão psicológica”

Sónia Tavares vai ser a convidada do próximo sábado, 23 de janeiro, de “Conta-me”, da TVI, esta semana conduzido por Manuel Luís Goucha. Prepare-se para uma entrevista com emoção à flor da pele.

22 Jan 2021 | 11:50
-A +A

Sónia Tavares vai ser a convidada do próximo sábado, 23 de janeiro, de “Conta-me”, da TVI, esta semana conduzido por Manuel Luís Goucha.

Nas promos que já estão a passar na estação de Queluz de Baixo, podem ouvir-se excertos de declarações da cantora dos The Gift, nas quais faz revelações supreendentes.

“Como é que esta mulher se deixa manipular?”

Sónia desabafou com o apresentador sobre uma relação que teve em tempos e que não lhe traz boas memórias. “Havia muita muita agressão psicológica”, revela.

E Goucha questiona: “Como é que esta mulher se deixa manipular?” “Eu nunca tinha percebido que podia haver amor como este que vivo hoje”, salienta.

E continua… “Não há necessidade de andarmos a fazer o bem uns aos outros, não há, mas não vamos fazer o mal, não é?”

Aquela pessoa não é a minha mãe, é outra pessoa”

A mãe de Sónia está doente e o apresentador perguntou como é ir perdendo a progenitora aos poucos. “Aquela pessoa não é a minha mãe, é outra pessoa. É outra pessoa! Como é que a minha mãe não se lembra de mim? Dá para perceber que, se eu não for lá, está sozinha, não tem ninguém, ninguém. Isso assusta-me muito”, realça.

“Assusta-me que um dia o meu filho não tenha amor suficiente para querer cuidar de mim”, desabafa.

Estás a perdê-la?”, pergunta Goucha. “Já perdi”, garante.

E quem é a Sónia Tavares hoje em dia? “Como dizia a Amália… triste, mas bem disposta”, finaliza.

Texto: Andreia Costinha de Miranda; Fotos: Reprodução Instagram
Leia também:
Sónia Tavares desabafa sobre doença crónica: «sempre senti dores no corpo sem explicação»

 

PUB
Top