Surto na Casa do Artista: Maria José Valério internada com COVID-19

Maria José Valério foi hospitalizada na tarde deste sábado. A cantora testou positivo à COVID-19, juntando-se aos outros casos positivos diagnosticados na Casa do Artista, onde está a viver.

21 Fev 2021 | 14:40
-A +A

Maria José Valério, de 87 anos, foi internada na tarde deste sábado. A cantora, que se encontra a viver na Casa do Artista, instituição assolada por um surto de COVID-19, contraiu o novo coronavírus e foi levada para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde se encontra “estável”.

A notícia fora avançada à TV 7 Dias por várias fontes ligadas à artista e, entretanto, confirmada por familiares de Maria José Valério numa página de Facebook a ela dedicada. “Na passada quinta-feira, fomos informados pela mesma [diretora técnica da Casa do Artista] de que a nossa prima se recusava a tomar a medicação. Pior: além da medicação indicada, também nunca tomou a outra medicação que tem de tomar diariamente, tendo a enfermeira encontrado toda a medicação escondida numa caixa“, contam.

“No mesmo dia, foi-nos dito que teria de ir ao hospital para ser observada mas que se negou a fazê-lo. Nós, familiares diretos, e alguns amigos telefonaram a explicar-lhe a razão pela qual teria de ir para o hospital, mas negou-se sempre”, prosseguem.

 

Maria José Valério internada após muita insistência

 

As familiares de Maria José Valério afirmam, então, que, este sábado, depois de a cantora “voltar a ser observada pela médica da casa e pela mesma ser obrigada a tomar a medicação e a comer, foi de novo confrontada com o facto de ter de ir ao hospital, continuando a negar-se”. “Só depois de o médico amigo lhe fazer ver e muito a aconselhar a ir é que cedeu”, alegam.

As primas de Maria José Valério sublinham que “a Casa do Artista tem feito tudo o que está ao seu alcance, não só pela nossa familiar assim como com todos os outros residentes” da instituição. E agradecem “toda a preocupação que alguns colegas e amigos” têm demonstrado pela cantora.

Também no Facebook, a apresentadora Maria João Gama veio desejar “as melhoras” à “querida Zézinha”, como a cantora é carinhosamente tratada. “Não desista. Estamos todos à sua espera”, disse ainda, na noite deste sábado, antes do esclarecimento feito por familiares de Maria José Valério.

 

As melhoras querida Zézinha. Não desista. Estamos todos à sua espera. 🙏❤️😘

Publicado por Maria João Gama em Sábado, 20 de fevereiro de 2021

 

 

Helena Vieira também está internada com COVID-19

 

No Hospital de Santa Maria, está ainda internada, por exemplo, Helena Vieira. A cantora lírica está a receber assistência hospitalar desde o dia 3 de fevereiro e, em exclusivo à TV 7 Dias, contou que foi levada para a unidade de saúde um dia depois de ter descoberto, na Casa do Artista, que estava com COVID-19.

“Já estou bastante melhor. O oxigénio está a custar a subir… Eu estava muito, muito cansada! Custava-me imenso respirar. Agora, ainda estou um bocadinho cansada, o que é natural, segundo o que o médico me disse hoje. Mas já estou francamente melhor. Não tem comparação”, revelou, na sexta-feira, a também atriz, que esteve “sempre consciente” em todo o período.

As últimas duas semanas foram passadas com o “pensamento positivo” de que vai ultrapassar com sucesso a luta contra a COVID-19. “Estou sempre a pensar: ‘Vamos embora! Para a frente é que é o caminho’”, conta a cantora lírica, claramente frágil mas sublinhando que tem sido “muitíssimo bem tratada” na unidade hospitalar onde está em convalescença.

 

18 residentes da Casa do Artista infetados com COVID-19

 

Maria José Valério e Helena Vieira são apenas dois dos casos positivos de COVID-19 no surto que abalou a Casa do Artista e que a TV 7 Dias lhe deu a conhecer em exclusivo e primeira mão. Segundo os últimos dados oficiais, divulgados também na sexta-feira por uma fonte da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), o número de infetados na instituição, entre residentes e funcionários, tinha subido para 33.

Naquele dia, entre os 70 moradores da Casa dos Artista, havia 18 casos ativos, 13 dos quais estavam na instituição, “devidamente separados dos negativos”, e cinco internados. De acordo com a mesma fonte, citada pela Agência Lusa, existiam, à data de sexta-feira e dos 30 que lá trabalham, 15 funcionários infetados, que estavam “a cumprir isolamento nas respetivas casas”.

O surto de COVID-19 na instituição já provocou oito vítimas mortais, entre elas a atriz Adelaide João e a cantora lírica Maria Andrea Gaspar. A Casa do Artista garante que Cecília Guimarães não morreu de COVID-19 mas, sim, de pneumonia.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala

PUB
Top