Surto nos bastidores! Quim Barreiros testa positivo à COVID-19 em “O Preço Certo”

Para a noite de Natal, A RTP 1 emitiu um programa especial de “O Preço Certo”. A TV 7 Dias sabe que Quim Barreiros e os Sons do Minho tiveram de voltar para casa porque testaram positivo à COVID-19.

27 Dez 2020 | 21:00
-A +A

O número de famosos portugueses infetados com COVID-19 continua a aumentar. A TV 7 Dias teve conhecimento de que o músico Quim Barreiros e João Pedro Cruz, um dos elementos do grupo musical Sons do Minho, detetaram a infeção nos bastidores do programa da RTP 1 “O Preço Certo”.

Convidados para atuar numa emissão especial do programa conduzido por Fernando Mendes, que foi transmitida na noite de Natal, todos os convidados foram sujeitos a um teste rápido para garantir a segurança da equipa. “Como medida de reforço de todos os cuidados a ter, são efetuados testes antigénio por uma equipa de paramédicos a todas as pessoas antes de entrarem nas instalações”, garantiu a Fremantle, sem confirmar os nomes de casos positivos a que tivemos acesso.

Em exclusivo à TV 7 Dias, Quim Barreiros não esconde o episódio. “Eu estou bem. Ainda há bocado fui fazer outra análise, porque isto de fazer um teste rápido não está com nada”, desvaloriza o artista. “Estou perfeitamente bem, não tenho nada. Agora, quero é ver o resultado do que eu fui fazer. Mas esse não demora dois minutos… Demora mais tempo. Não tenho sintomas nenhuns, estou rijo!”, garante. Também João Pedro Cruz, dos Sons do Minho, que no meio artístico é mais conhecido por Pid’Areosa, confirmou o seu resultado positivo.

“Ainda não tivemos o resultado concreto. Fizemos lá o despiste, que deu positivo, foi o que me disseram, o que acabou por nos impossibilitar de atuar no programa”, teceu, reforçando que “está tranquilo” e sem sintomas. José Malhoa, um dos músicos sujeitos ao teste rápido, elogiou esta iniciativa do canal. “Quando lá chegámos, fizemos o teste. Aliás, todos os canais deveriam fazer isso. Graças a Deus, testei negativo.Já lá vou duas vezes, no espaço de pouco tempo, e todas as pessoas que entram lá dentro são testadas à COVID-19. Se todas as televisões fizessem testes, não havia problemas”, disse o músico.

Texto: Maria Inês Gomes (ines.gomes@impala.pt) e Telma Santos (telma.santos@impala.pt); Fotos: DR
Veja também:
Quim Barreiros está com covid-19, mas o humor mantém-se: “Acordei com a pil* arrebitada”
Quim Barreiros readapta sucesso musical à covid-19: “Vai desinfetar o bacalhau”

PUB