Suspeito de matar Maddie levado para hospital após alegado espancamento

O principal suspeito no caso do desaparecimento de Maddie McCann, Christian Brueckner, foi hospitalizado depois de, segundo ele, ter sido agredido por guardas prisionais.

17 Nov 2020 | 11:10
-A +A

Christian Brueckner, o alemão suspeito de ter raptado e assassinado Maddie McCann, foi transportado para um hospital na sequência de um alegado espancamento na cela de um tribunal.

O jornal inglês The Mirror mostra o momento em que o suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann é transportado para o hospital. É igualmente o primeiro vislumbre de Christian Brueckner desde que está acusado de ser o principal suspeito do mediático caso de Maddie McCann.

O alegado pedófilo estava algemado e acorrentado quando deixou as urgências de um hospital, depois de ter sofrido duas costelas partidas antes de um julgamento nesta segunda-feira, 16 de novembro. De máscara facial devida à COVID-19, foi visto a entrar para a parte de trás de uma ambulância, apoiado por paramédicos e seguranças.

 

Suspeito de matar Maddie acusa guardas prisionais

 

Christian Brueckner, de 43 anos, terá sido ferido numa cela de um tribunal em Braunschweig, no norte da Alemanha. Friedrich Fulscher, advogado de Brueckner, apresentou queixa formal contra os guardas e uma porta-voz do tribunal regional disse que decorre uma investigação na sequência da queixa.

Fulscher alega que o suspeito de ter raptado e assassinado Maddie foi ferido por guardas prisionais. Em tribunal, as forças responsáveis pela instituição onde Brueckner cumpre pena de prisão insistem que os ferimentos resultam de “uma queda”, avança o The Sun.

 

Christian Brueckner em liberdade condicional daqui a 2 meses

 

A audiência desta segunda-feira era parte do recurso de Brueckner contra uma sentença de 21 meses por tráfico de drogas. Está detido numa cadeia em Kiel, a cerca de 290 quilómetros de Braunschweig, e terá direito a liberdade condicional no início de janeiro do próximo ano.

Christian Brueckner também está a cumprir pena de sete anos por ter violado uma norte-americana de 72 anos, na Praia da Luz, em Portugal, em setembro de 2005.

 

Acompanhe a atualidade noticiosa no Portal de Notícias Impala.

 

VEJA TAMBÉM:
Sandra Felgueiras diz que suspeito do caso Maddie “quer regressar a Portugal”

PUB
Top