EXCLUSIVO: Tatiana do Big Brother confessa: «gostávamos muito de ter três filhos»

Tatiana Madureira foi mãe em 2018 mas assume-se pronta para aumentar a família. A ex-concorrente de Big Brother revela, em exclusivo à TV 7 Dias, tudo sobre o Natal e os desejos para 2020.

25 Dez 2019 | 20:50
-A +A

Tatiana Madureira, de 36 anos, tornou-se conhecida na quarta edição do Big Brother, em 2003. A cantora, natural de Macedo de Cavaleiros, tem visto a sua vida mudar muito nestes 16 anos que passaram desde a participação na casa mais vigiada do país.

A carreira musical, o divórcio polémico, o cancro que superou há cinco anos e um segundo casamento que a tornou na mulher feliz e realizada que é hoje – e lhe permitiu realizar o sonho de ser mãe – são algumas das experiências que marcaram estas quase duas décadas da vida da cantora.

A também fisioterapeuta e o marido, Carlos Machado, estão juntos há cerca de cinco anos e foram pais pela primeira vez em junho de 2018. Lucas, de 18 meses, foi um filho «muito planeado» e é «o Nenuco» que Tatiana sempre desejou ter porque «é loirinho e tem os olhos clarinhos».

«É muito traquina. É um bebé muito bem disposto, nunca vemos o Lucas acordar mal disposto. Está sempre a rir e é malandro», descreve.

Para Tatiana, a experiência da maternidade está a ser «a melhor» da sua vida, embora durante os cinco meses de gravidez tenha sofrido com muitos enjoos. «Tive uma gravidez espetacular, tirando os enjoos. Os enjoos para mim foram mesmo a matar. Eu tive enjoos até ao fim. Os primeiros cinco meses foram para esquecer. Vomitava por tudo», conta.

Contudo, esse aspeto menos positivo não impede a nortenha e o marido de quererem ter mais filhos e um segundo filho para 2020 é uma possibilidade. «á escrevemos ao Pai Natal uma carta, vamos ver. Nós gostávamos muito de ter três filhos», revela.

O casal não tem preferência pelo sexo do bebé. No entanto, a ex-concorrente do reality show da TVI não esconde que ter uma menina seria uma grande alegria. «Agora era a menina. Uma Inês como nós tanto queriamos ter», refere.

 

O pedido de casamento de sonho

 

Tatiana e Carlos conheceram-se por intermédio de amigos em comum e o sentimento foi surgindo. Em setembro de 2014, o arquiteto decidiu fazer uma surpresa a Tatiana e, num passeio pelo Gerês, pediu-a em namoro. «Ele disse “vou-te levar a um sítio muito giro” e nós fomos. Ele aí pediu-me em namoro com um anel. Aliás, pediu-me em namoro e em casamento logo, foi muito curioso. Eu comecei-me a rir e disse “calma, calma”», conta.

O namoro durou cerca de nove meses e o pedido de casamento oficial acabou por acontecer numa viagem que o casal fez a França. «Ele pediu-me em casamento em Paris, fez uma surpresa muito gira numa limusine, na Torre Eiffel, foi tudo muito lindo. Depois casámos em maio de 2015», recorda.

A cantora afirma que foi «o sentido de humor» de Carlos e o facto de ser «muito inteligente e brincalhão» que levaram a que se apaixonasse pelo que é hoje o homem da sua vida. «Nós apaixonamo-nos pela maneira como nos tratam. E foi isso que levou a apaixonar-me pelo Carlos», confessa.

 

«Tenho quatro árvores de Natal em casa»

 

Com o final do ano chega também o Natal, que é para Tatiana a época do ano de que mais gosta. Recebendo a visita da mãe e dos sogros, a cantora vai assim celebrar esta época festiva com as pessoas que mais ama.

«Sempre gostei muito do Natal. Gosto muito da Páscoa, do Carnaval mas o Natal para mim é o que mais gosto. Desde miúda que sempre gostei e enfeitei a casa. Tenho quatro árvores de Natal: uma gigante e três pequeninas de meio metro», refere.

 

Novo disco em 2020

Apesar de ter deixado o lado profissional, tanto a música como a fisioterapia, um pouco de lado para se poder dedicar a 100% ao papel de mãe, Tatiana pretende que o ano de 2020 seja marcado pelo seu regresso aos palcos. «Já estou a marcar espetáculos para 2020, onde o Lucas também vai. A minha mãe vai também, que faz de babysitter», afiança.

Tatiana refere que o facto de ter participado num programa de televisão a fez ganhar um «rótulo» mas que a «deixa feliz».

«Quando dizem “Tatiana do Big Brother” as pessoas já sabem quem eu sou. Vou ser sempre a Tatiana do Big Brother, indepentemente do Big Brother já ter acabado há muitos anos. Esse rótulo deixa-me feliz, não tenho qualquer problema a que me associem ao Big Brother, bem pelo contrário», explica. No próximo ano, a cantora pretende «gravar um novo disco» e está a planear «abrir uma loja de roupa».

Texto: Marisa Simões; Fotos: DR e Arquivo Impala

PUB
Top