“Tenho tantas saudades dela”: Carmo de “Bem Me Quer” vai às lágrimas em direto na TVI

Julie Sergeant, que dá vida à divertida Carmo na novela “Bem Me Quer”, deu a conhecer outra faceta sua ao emocionar-se, em direto, no programa “Dois às 10”, enquanto recordava a mãe, Guida Maria.

21 Fev 2021 | 10:30
-A +A

Julie Sergeant, de 51 anos, não conteve a emoção ao recordar a mãe, a falecida atriz Guida Maria, durante a sua passagem pelo programa “Dois às 10”. A Carmo da novela “Bem Me Quer”, também da TVI, perdeu a progenitora, no início de 2018, vítima de cancro no pâncreas.

“A idade custa-te?”, perguntou Cláudio Ramos. “Não, estou bem resolvida. O que me custa mais é saber que a morte é inevitável. É uma coisa que até aos 40 e poucos não me apercebi. De repente, a minha mãe adoeceu e em seis meses foi-se. Sem ‘ai nem ui’. Nesse dia, percebi que o carrossel não dá assim tantas voltinhas. E isso custa-me, porque tenho uma filha, porque queria cá ficar a vê-la crescer e ser avô. Mas é inevitável”, começou por responder a atriz.

Emocionada, Julie Sergeant constatou que a mãe já morreu há três anos. “Às vezes, passa [rápido] e, às vezes, não. Às vezes, ainda me esqueço. Quando estou muito cansada, venho das gravações e penso: ‘Já não falo com a minha mãe há tanto tempo…’ Depois, cai-me a ficha e ‘pum’. A sensação de que não se pode, nunca mais, falar e dizer aquilo que se devia ter dito enquanto estava viva, é muito dura”, lamentou, com os olhos marejados de lágrimas.

 

Guida Maria dormiu com Julie Sergeant nos últimos seis de vida

 

Julie Sergeant admitiu ainda que “hoje lhe devia muitas desculpas sobre muita coisa” sobre a qual a “mãe tinha razão” e ela “não soube ver”. E atirou: “Tenho tantas saudades dela. Tínhamos duas personalidades muito fortes, chocávamos muito. Tínhamos uma relação de amor-ódio!”.

Guida Maria dormiu na cama da filha nos últimos seis meses de vida. “No fim da vida, estivemos muito perto. Mas houve ali um período em que não estivemos assim tão perto e eu hoje arrependo-me muito disso”, contou, com as lágrimas nos olhos. 

 

Atriz de “Bem Me Quer” beijou a mãe na boca em peça de teatro

 

A atriz, que dá vida à divertida Carmo da novela “Bem Me Quer”, estreou-se no palco do Teatro Nacional com 18 anos. “Era nessa peça que tinhas que beijar a tua mãe?”, perguntou Maria Botelho Moniz.

“Era, não gostei nada disso. Uma coisa é dar um selinho [beijo apressado] – também dou beijinhos à minha filha -, outra coisa é dar um beijo [longo]”, recordou. “Aquilo era uma coisa estranha. Aquilo era um beijo apaixonado… Não se dá um beijo apaixonado a uma mãe. Era uma coisa incestuosa. Era tudo muito estranho e eu tinha 18 anos”, rematou.

 

Texto: Ivan Silva; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top