Teresa Guilherme faz revelação sobre expulsão de Marco do Big Brother 1

Teresa Guilherme revelou episódio que viveu com Marco Borges no dia em que o recebeu no estúdio depois de ter sido expulso do Big Brother 1.

10 Out 2020 | 21:40
-A +A

Teresa Guilherme contou uma história nunca antes contada sobre Marco Borges, o famoso concorrente do Big Brother 1 que foi expulso depois de dar um pontapé a Sónia. A apresentadora lançou um novo livro, O Avesso do Direto, no qual revela várias histórias passadas nos bastidores da televisão e esteve, na manhã desta sexta-feira, 9 de outubro, no Você na TV!, onde contou algumas a Manuel Luís Goucha.

Teresa confessou que, na altura, teve muita pena que Marco tivesse sido expulso. «Ele era um concorrente muito divertido. Era o motor da casa, fazia aquilo tudo movimentar», começou por dizer. A seguir, recordou o dia em que o recebeu no estúdio, depois da expulsão: «Confrontei-o e ralhei com ele. Fui o mais dura que consegui ser e ficou sempre aquela ideia que ele se ia vingar. Criou-se um grande clima em volta da agressividade do Marco».

No final da emissão, Marco e o irmão gémeo, Aníbal, foram ter com a apresentadora e pediram-lhe para conversar com ela. «Fomos até ao camarim, bebemos um chá e estivemos à conversa», contou Teresa Guilherme a Manuel Luís Goucha. «A dada altura, muito tempo depois, foram bater à porta. Uma coisa muito agitada… Eu fui abrir, estava imensa segurança… Perguntei o que foi e disseram-me que não encontravam o Marco e o irmão. Andaram à procura deles no estudio, sem saber onde é que aqueles dois se tinham enfiado», acrescentou ainda, divertida.

 

O botão vermelho em cima da mesa

Outra história que Teresa Guilherme conta no novo livro também está relacionada com o reality show. «O Big Brother, no mundo, não tem apresentadores a falar para dentro da casa. Fui eu que introduzi isto e criou-se uma ideia que havia um botão vermelho em cima da mesa… diseram-me que eu carregava naquele botão e o botão ligava à casa. Era uma novidade», contou.

«Isto durou três anos, até ao Big Brother 3. Eu achava que punha a mão e, enquanto estivesse a carregar, falava para a casa», disse, revelando que, um dia, tirou a mão sem querer e que ficou «muito aflita». No entanto, conseguiu continuar a falar com os concorrentes e achou que a produção tinha solucionado o problema sem que ninguém se apercebesse do seu erro.

No final da emissão, Teresa foi ter com o realizador para pedir desculpa pela sua falha e agradecer. «Ele disse-me ‘tu estás a brincar, certo? Aquele botão não liga à casa’. A reggie é que liga à casa, aquilo é ficticio», recordou, entre gargalhadas. «Eu andei três anos com a mão parada em cima do botão! Como é que eu, uma produtora, ia acreditar que, num estudio, qualquer pessoa podia passar e ligar à casa», concluiu.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Impala

 

Leia ainda:
Teresa Guilherme faz confidências irreverentes no livro O Avesso do Direto
Teresa Guilherme em lágrimas agradece a Cristina Ferreira oportunidade de voltar à TV

PUB
Top