Teresa Guilherme considera que «TVI fez uma quantidade de erros» após saída de Cristina

A TVI exibe este sábado, 30 de novembro, um especial Big Brother e a TV 7 Dias falou com Teresa Guilherme que confessou que seria «um belo desafio» voltar a apresentar este reality show.

30 Nov 2019 | 14:30
-A +A

Teresa Guilherme está afastada da apresentação desde 2016, ano em que conduziu pela última vez um reality show na TVI. Desde então, muito se tem especulado sobre o seu regresso à televisão. Com o anúncio de que o Big Brother estará de volta à televisão portuguesa em 2020, será que voltaremos a ver a apresentadora no pequeno ecrã?

Este sábado, 30 de novembro, a TVI Reality emite um programa especial que recorda os 20 anos do Big Brother em Portugal. Em exclusivo à TV 7 Dias, Teresa Guilherme fala sobre o programa que, no arranque do século XXI, mudou por completo a televisão portuguesa.

Para Teresa Guilherme, este especial «é uma maneira de festejarem o lançamento do Big Brother no mundo porque em Portugal ainda não havia». «Em Portugal só faz 20 anos no ano que vem, em setembro, mas acho que é a data oficial do lançamento no mundo do Big Brother», explica a Senhora Televisão referindo, no entanto, desconhecer o que passará no programa.

Big Brother em 2020? «Ninguém me contactou»

20 anos depois, estará a ‘rainha dos reality shows’ disposta a apresentar novamente este formato?  Questionada sobre essa possibilidade, Teresa Guilherme diz ainda não ter sido contactada. «Tem a certeza que vai haver um Big Brother em 2020? Eu já ouvi isso tantas vezes, com datas diferentes. Para todos os efeitos, se alguém me contactou? Não.»

A apresentadora não esconde o desejo de regressar à televisão e voltar a dar a cara por um projeto que tanto gosto lhe deu conduzir seria «interessante». «Claro que é um belo desafio, mas é um desafio por ser uma efeméride de 20 anos. Era engraçado», admite.

«Gostava de voltar à televisão sim, para fazer uma coisa interessante sim. Isso é que é um efeméride mesmo, passados 20 anos. Se for com todas as condições que havia naquela altura, e estou a falar de condições de conforto, da casa, dos concorrentes, claro que é aliciante revisitar um momento em que se mudou a televisão em Portugal e não só», confessa.

«A TVI fez uma quantidade de erros» após saída de Cristina

 

Com a mudança de Cristina Ferreira para a SIC, a TVI perdeu a liderança. Perante isto, Teresa Guilherme refere que o facto de continuarem a apostar em programas que o público associava a Cristina poderá ter prejudicado o canal de Queluz de Baixo.

«Quando a Cristina saiu esperava que ela tivesse a capacidade de derrubar as manhãs. A queda da TVI toda junta já foi um conjunto de opções discutíveis porque não faz sentido», refere. «A Cristina passando para a SIC criou curiosidade e aproveitaram essa oportunidade para fazerem inovações. Mudarem uma quantidade de coisas que fizeram com que a curiosidade se mantivesse ali mas a TVI podia ter reagido de outra forma», afirma.

A Tua Cara Não Me É Estranha regressou este ano, para a sexta edição, não com Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha na apresentação mas sim com Maria Cerqueira Gomes. O mesmo aconteceu com o programa Dança com as Estrelas, originalmente apresentado por Cristina, desta vez conduzido por Rita Pereira e Pedro Teixeira. 

A continuidade da aposta nestes programas poderá ter levado àquilo que Teresa Guilherme chama de «permanente lembrança da ausência de Cristina».

«Acho que a TVI fez uma quantidade de erros, em horários diferentes. Acho errado manterem os programas como o Dança com as Estrelas e o A Tua Cara Não Me É Estranha porque são dois formatos que tinham sido apresentados pela Cristina. Ou seja, a permanente lembrança da ausência desta não ajudou. É como se tivessem a enaltecer uma coisa que já não tinham», acrescenta.

«Os programas têm um dono, não é? Têm uma imagem. E acho que essa reação à saída da Cristina levou a que a TVI se deixasse abalar em muitos horários. A manhã provavelmente perderia mas, se calhar, nos outros horários não perderia tão rápido», completa.

 

Palestras motivacionais

Apesar de estar longe do pequeno ecrã, Teresa Guilherme não deixar de fazer o que melhor sabe: comunicar. A apresentadora tem apostado nas palestras motivacionais e, garante, está a «correr muito bem». «Eu tenho a sorte de ter muita gente interessada reflexo, talvez, da televisão. Também porque vou falar de comunicação e vai estar muita gente lá, o que é muito bom», refere.

E embora estas palestras se restrinjam apenas à capital, Teresa Guilherme anunciou à TV 7 Dias que está para breve a sua visita ao Porto. «Quando estávamos a vender os bilhetes para a palestra as pessoas diziam “ah, se for aqui no Porto”, portanto em março vamos levar a palestra ao Porto», anuncia.

Paralelamente, a apresentadora continua com as mentorias, confessando adorar o facto de poder ajudar pessoas a serem cada vez melhores.  «Confesso que adoro agarrar num projeto com uma pessoa e deixá-la afinadinha. Tenho conhecido muitas pessoas e ando pelo país fora. Tem sido muito engraçado», termina.

Texto: Marisa Simões; Fotos: DR

 

Leia ainda:
Surpresa das surpresas! Big Brother vai voltar à TVI… com estrelas do reality show
Surpresa! TVI avança com especial Big Brother já este mês

PUB
Top