The Voice Portugal: Rafael Magalhães deixa família no Brasil para viver sonho

Em Portugal desde 2019, Rafael Magalhães, que conquistou os jurados de The Voice Portugal, recorda à TV 7 Dias as origens humildes, o abandono do pai e tudo o que faz para vingar na música.

15 Out 2023 | 16:14
-A +A

Natural da Baía, Rafael Magalhães, que na última gala do The Voice Portugal virou as quatro cadeiras, deixou para trás a sua família no Brasil para tentar viver um sonho em solo luso. Estar longe dos que mais ama, sobretudo da mãe, Nilzete Oliveira, é para Rafael Magalhães uma dor constante. “Vim para Portugal em 2016 e só voltei ao Brasil em 2019. Ter deixado a minha família foi muito doloroso, nunca vivi longe, sempre vivi com a minha mãe e vir para Portugal e ficar tanto tempo sem eles é mesmo a pior coisa”, afirma o jovem cantor de 26 anos.

Leia ainda: Ana Garcia Martins diz que pouco aprendeu no Hell’s Kitchen Famosos

Maria Cerqueira Gomes e Goucha no Casamento Real

Nascido no seio de uma família humilde, Rafael Magalhães afiança que o principal nunca faltou: “O amor, carinho e apoio foi o mais importante. Apesar das dificuldades a minha mãe sempre se certificou que não faltava nada. O meu pai não é muito presente, eles separaram-se quando eu tinha três anos, mas tive o presente de ter o meu padrasto que chegou logo a seguir e é o meu pai. O meu pai biológico esteve distante durante alguns anos, depois voltou e agora falamos normalmente”, conta. E é pelos que ama que veio para Portugal. “Estava inseguro, mas a minha mãe incentivou-me a vir para Portugal. Vim viver com uma tia e trabalhar no salão dela como cabeleireiro. Estudei durante um ano Línguas e Literaturas Europeias, mas por questões financeiras desisti. Depois disso dediquei-me à música”, disse, acrescentando: “O que me conforta, por estar longe, é que estou a fazer isto não só por mim como também por eles. O meu objetivo é também conseguir ajudar a minha família com a minha música”.

“Queria muito isto”

A tentar a sua sorte em The Voice Portugal, o jovem brasileiro revela estar a viver um sonho: “Queria muito isto, tanto que tentei sete vezes. Comecei a cantar aos oito anos no coro da igreja, e em 2019, já em Portugal, participei no programa o La Banda Portugal”, disse confidenciando que além de desejar chegar o mais longe na competição, espera que esta seja a oportunidade certa para vingar na indústria musical, com o apoio do seu mentor, António Zambujo. “Já acompanhava o trabalho dele e gostava muito e acho que vou ser muito bem direcionado”.

Chegou à final no Festival da Canção

Além de The Voice Portugal, Rafael Magalhães revela que o ano 2023 fica ainda marcado pela sua participação no Festival da Canção com o grupo Esse Povo. “Foi uma das melhores experiências que tive, era tratado como artista e estar ao lado de artistas que admiro como a Bárbara Tinoco e o Ivandro foi incrível”, disse, contando que foi convidado para integrar este coletivo depois de ter sido visto a fazer a abertura de um espetáculo de uma cantora brasileira. “O Quim Albergaria foi convidado pelo festival da canção para fazer uma música e estava à procura de vozes. Entretanto fui convidado para fazer um casting e foi assim que consegui um lugar no grupo”.

Texto: Telma Santos (telma.santos@impala.pt)
Fotos: Gonçalo Filipe/Shine Iberia Portugal
PUB