Tiago Rufino implacável com Pedro Alves: «Antes de me assumir tinha o mesmo discurso»

Tiago Rufino, vencedor da Casa dos Segredos 7, analisa, sem papas na língua, os novos concorrentes do Big Brother 2020, em exclusivo à TV 7 Dias.

03 Mai 2020 | 18:20
-A +A

Tiago Rufino é assumidamente fã de reality shows. O ex-concorrente da Casa dos Segredos 7 seguiu com atenção a estreia do Big Brother 2020 e revela à TV 7 Dias que não achou «estupenda».

«Infelizmente devido à situação que vivemos a gala não era em direto, não havia o público e não tínhamos ali presencialmente os concorrentes. Isto tudo faz diferença na dinâmica do programa. São situação alheias à produção, eu percebo, mas quebrou o entusiasmo», começa por dizer.

Apesar de, inicialmente, a escolha de Cláudio Ramos para apresentador não o tenha especialmente agradado, a verdade é que «até» gostou de o ver a comandar a gala: «Estou curioso por o ver em direto». O marido de Luan Tiófilo mostrou-se rendido aos encantos da nova e luxuosa mansão, que vai receber os concorrentes no dia 10 de maio.

«Com este formato não fiquei totalmente convencido»

«A casa é maravilhosa, assim como o prémio para o vencedor. Confesso que nestes dois pontos senti muita inveja», refere. Quanto aos concorrentes, Tiago achou-os «surpreendentes». «Tem de tudo um pouco e têm um à-vontade fora do normal. Desinibidos, carismáticos e com histórias de vida interessantes.Temos desde os convencidos, aos cromos, mas têm concorrentes muito inteligentes e com projectos para o futuro. Estou ansioso que chegue a altura de entrarem todos para a casa. Para já, com este formato do BB Zoom, não fiquei totalmente convencido».

E o ex-Secret Story já tem uma preferida: Slávia. «Curiosamente não teve grande destaque, mas tem ali qualquer coisa na maneira de falar e na postura dela que me agrada muito. Sabe falar, tem um discurso fluente uma personalidade aparentemente forte. Parece ser uma corrente inteligente e com objectivos».

«Antes de me assumir homossexual também tinha o mesmo discurso que ele»

Já quanto a Sónia, a concorrente que tem mais protagonismo nas redes sociais, Tiago tem algumas dúvidas. «Foi, de facto, engraçada, mas tenho dúvidas. Algum receio de que seja forçado o seu papel e que não sustente essa personagem ao longo do tempo». 

Em relação a Pedro Alves, o polémico concorrente que assumiu ser «um bocadinho homofóbico», o jovem de Arouca considera que, talvez, o nortenho ainda tenha dúvidas quanto à sua orientação sexualidade. «Antes de me assumir homossexual também tinha o mesmo discurso que ele. Acho que pode ser isso», afirma. «Ou então ele apenas quis causar impacto no casting, para garantir a entrada, dando assim umas declarações mais polémicas. Não me chamou atenção enquanto concorrente, para ser sincero», remata.

Texto: Inês Borges/ Fotos: DR

Veja também:
Tatiana do Big Brother analisa BB Zoom: «Ali não há a verdadeira essência do programa»
A casa vem abaixo: O novo Big Brother pelos olhos de Joana Longoria
Zé Maria doente e sozinho

 

Pontos de Venda das Nossas Revistas

 

PUB
Top