Tânia Ribas de Oliveira faz revelações picantes

«Nunca é tarde para aprender um bom plano de sedução», afirma a apresentadora da RTP.

21 Fev 2018 | 17:53
-A +A

Tânia Ribas de Oliveira fez questão de marcar presença no lançamento do livro «Manual de Sedução», de Vera Ribeiro. A companheira de Rui Patrício, guarda-redes do Sporting, escreveu um livro sobre a arte da sedução e a cara da RTP aplaudiu a amiga pela iniciativa.

 

«Nunca é tarde para aprender um bom plano de sedução. Além disso, porque gosto muito de Vera, é minha vizinha, nós conhecemo-nos bem», explicou aos jornalistas. 

 

Durante a entrevista, a apresentadora da RTP fez algumas confissões «picantes» sobre a sedução e a paixão. Tânia revelou que quando se é mãe, a paixão «até fica mais intensa». 

 

«Os momentos para estarmos juntos são tão raros, sem aparecer ninguém no quarto ou em qualquer divisão da casa, que quando acontece… (risos). É um ciclo da vida, portanto, há vários momentos e a sedução não se perde por nascerem filhos, Era o que mais faltava», revelou sorridente.

 

«É preciso haver amor», afirma Tânia Ribas de Oliveira

 

Para uma relação longa, Tânia constatou: «Acho que não há grandes segredos. É preciso haver amor, a compreensão, o respeito um pelo outro. Não são filhos que sustentam as relações, não é nada». E continuou: «As pessoas têm de gostar umas das outras, respeitar e perceberem que a vida é muito melhor quando têm alguém ao lado. Quando está tudo reunido é perfeito e que dure o resto da vida. É isso que espero que aconteça comigo».

Tânia Ribas de Oliveira está casada há oito anos com o ex-judoca, João Cardoso. O casal tem dois filhos, Tomás, de cinco anos e Pedro, de dois anos. 

À pergunta: «Considera-se uma mulher sedutora?», a mãe de Tomás e Pedro respondeu:

 

«Eu acho que até sou, mas é muito em privado. Até me sinto trapalhona e corada com esse tipo de coisas. Mas acho que sim, a sedução não é só aquela coisa óbvia. É uma atitude, uma maneira de estar na vida».

 

«Adoro sentir-me seduzida»

Tânia Ribas de Oliveira disse ainda que a sedução já «não é tabu» para os portugueses. 

«Acho que é muito importante que as pessoas percebam que a arte de seduzir é uma maneira de estar na vida. Seduzir é uma coisa ótima, quando conseguimos encantar alguém é ótimo. Eu adoro sentir-me seduzida.»

 

Sobre o livro de Vera Ribeiro, declarou: «Acho fantástico. Acho mesmo fantástico. Não é escrito por alguém que não sabe o que está a fazer. Ela é psicóloga e é muito importante ter a base clínica para escrever este livro. 

 

Acho que é um passo em frente na sedução, acho que as mulheres cada vez mais têm o poder de ter e a possibilidade de ter. Vou ler.»

 

Fotos: Tito Calado

 

PUB
Top