Toda nua: Joana Amaral Dias recorda gravidez com imagem surpreendente

Joana Amaral Dias recuou no tempo e recordou a sua segunda gravidez com uma fotografia em que surge completamente despida. Os comentários de seguidores não se fizeram esperar.

20 Fev 2021 | 15:50
-A +A

Joana Amaral Dias recordou com os seguidores a sua segunda gravidez. A antiga deputada do Bloco de Esquerda partilhou, nas redes sociais, um registo fotográfico em que surge completamente nua a mostrar a barriga de grávida. A imagem remonta ao ano de 2016, tal como a própria fez questão de esclarecer.

“Há cinco anos”, escreveu a psicóloga como legenda da fotografia. Na imagem em questão, Joana Amaral Dias estava grávida de Luz. A menina celebra o seu quinto aniversário no dia 22 deste mês.

Perante a partilha, foram muitos aqueles que fizeram questão de elogiar Joana Amaral Dias. “Passados cinco anos… Estás aí para as curvas”, “Uau”, “Parabéns, Joana. Nunca tinha visto uma senhora grávida, despida de preconceitos, linda e com muita classe”, “Lindíssima”, “Estava linda e continua…”, “Uma grande e linda foto da Joana, és grande” e “Parabéns”, são alguns exemplos de comentários.

De recordar que Joana Amaral Dias tem três filhos: Vicente, de 25 anos, Luz, de quatro, e Dinis, de dois, que adotou no final de de 2019, ao fim de sete anos de espera.

 

Joana Amaral Dias responde à letra após chuva de críticas

 

Joana Amaral Dias esteve de férias com os filhos na Madeira e, nas redes sociais, partilhou vários registos fotográficos dos seus momentos de lazer pelo arquipélago, o que desencadeou diversas críticas por parte de quem por lá a acompanha.

Internautas inundaram a caixa de comentários das publicações da psicóloga a apontar a falta de exemplo que a mesma demonstrou face à situação pandémica que o mundo atravessa. Para findar a polémica de que é alvo, Joana Amaral Dias recorreu à sua página de Facebook, na segunda-feira, 8 de fevereiro, para lamentar a “bufaria que por aí anda” e garantir que as suas férias na Madeira foram realizadas “dentro das normas que vigoram” e que, por isso, nada fez de “ilegal”.

 

Leia tudo aqui.

 

Texto: Márcia Alves; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top