Tony Carreira diz-se vítima de preconceito e confessa: “Já me magoou”

Tony Carreira esteve no programa das manhãs da TVI e falou sobre o preconceito que existe nas rádios portuguesas: “As minhas músicas não tocam em lado nenhum”.

05 Jul 2022 | 18:50
-A +A

Tony Carreira esteve no programa “Dois às 10”, na manhã desta segunda-feira, 4 de julho, para divulgar a sua mais recente canção, “Lisboa”. Em conversa com os apresentadores, o cantor, de 58 anos, afirmou-se vítima de preconceito por parte das rádios portuguesas.

“As minhas músicas não tocam em lado nenhum. Há um preconceito, naturalmente, e que eu tenho a noção que é para a vida”, disse em conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz. Questionado se isso o magoava, Tony Carreira respondeu: “Já me magoou, mas agora já não. Claro que gostaria mais que tocassem, mas, não tocando, já não me incomoda assim tanto, porque já me habituei à ideia e, no fundo, não impede nada de acontecer, porque tenho um público extraordinário”.

Na mesma entrevista, Tony Carreira acabou também por falar sobre o processo que investiga o acidente que vitimou a filha, Sara Carreira, a 5 de dezembro de 2020. O cantor mostrou-se revoltado com a justiça portuguesa por, dois anos passados, ainda não saber o que realmente aconteceu naquela noite.

“A nossa justiça também é a miséria que é. Por exemplo, estou há dois anos a tentar saber o que aconteceu à minha filha. Portanto, a nossa justiça é isto”, afirmou, sublinhando que vai lutar até ao fim para ver todas as suas dúvidas esclarecidas.

Leia mais aqui.

Texto: Márcia Alves com Patrícia Correia Branco; Fotos: Impala e Reprodução redes sociais

PUB