Tony Carreira não vai a julgamento e vai DOAR 20 MIL EUROS para as vítimas dos incêndios

O cantor já não vai a julgamento no caso de plágio. Tribunal validou acordo e Tony Carreira vai doar 20 mil euros às vítimas dos incêndios de 2017.

18 Mai 2018 | 16:21
-A +A

Tony Carreira livrou-se de ir a julgamento no caso de plágio. De acordo com a Lusa, o Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa validou o acordo aceite pelo Ministério Público e por Tony Carreira e suspendeu o processo em que o cantor é acusado de plágio.

Leia mais: «Tony Carreira faz revelações sobre relação com o pai»

Isto significa que o cantor já não irá ser julgado. Terá de cumprir o acordo pré-estabelecido pelo Ministério Público em março, ou seja, pagar no prazo de 60 dias úteis 10 mil euros à Câmara da Pampilhosa da Serra, para apoio aos danos causados pelos incêndios, e mais 10 mil euros à Associação de Apoio às Vítimas de Pedrógão Grande.

Ricardo Landum, compositor que trabalha com Tony Carreira, também ele arguido no processo, terá também de doar 2000 euros a uma instituição de solidariedade à escolha.

Tony Carreira está acusado de 11 crimes de usurpação e 11 de contrafação, enquanto Ricardo Landum responde por nove crimes de usurpação e por nove crimes de contrafação.

Algumas das 11 canções alegadamente plagiadas são:

 

«Depois de Ti Mais Nada»

«Sonhos de menino»

 «Adeus até um dia»

«Porque é que vens»

PUB
Top