Tony Carreira num raro momento ao lado da namorada

Tony Carreira e Ângela Rocha estão juntos desde 2020, mas casal não era visto junto há mais de um ano.

31 Out 2023 | 10:02
-A +A

Após uma das semanas mais complicadas da sua vida, em que teve que reviver os acontecimentos que levaram à morte da filha, Tony Carreira rumou a Guimarães para voltar aos palcos. “Muito obrigado, Guimarães. Foi brutal. As imagens falam por si. Obrigado por me receberam com tanto carinho e me fazerem sentir em casa”, partilhou o artista nas redes sociais.

Leia ainda: Arguido aproxima-se de cantor

Quem assistiu ao espetáculo foi o ex-jogador, Vítor Baía na companhia de Andreia Santos. O casal partilhou uma imagem captada nos bastidores do concerto e o destaque vai para Ângela Rocha. Há mais de um ano que Tony Carreira não era visto ao lado da namorada. Aquela que é a única conhecida depois do final do casamento de longa data com Fernanda Antunes. “Obrigada, amigos Tony e Ângela. Foi um concerto maravilhoso”, pode ler-se na legenda da publicação. Tony Carreira e Ângela Rocha estão juntos desde 2020.

Tony Carreira critica arguidos: “Não há uma percentagem mínima de humanidade”

Na pausa para almoço da segunda sessão do julgamento da morte de Sara Carreira, Tony Carreira voltou a falar com os jornalistas. Deixando a garantia de que o fará até ao final do julgamento, momento em que deixará de abordar o tema. “Nada vai mudar as saudades que tenho da minha filha”, começa por dizer aos jornalistas.

O cantor garante ainda que não anda à procura de vingança. “Não venho para aqui com o intuito de me vingar de ninguém”, refere. Salientando depois o que o deixa mais magoado. “Do outro lado, da maioria dos arguidos não há uma percentagem mínima de humanidade”, desabafa. “O que aconteceu com eles poderia ter acontecido comigo ou com qualquer um. Mas no mínimo é assumir o que aconteceu com todos os erros que poderiam ter acontecido comigo”, defende.

“Não há nada que possa fazer para que a minha filha volte”

Tony Carreira critica ainda aquela que diz ser a estratégia dos advogados dos arguidos. “Acho que optaram por uma teoria de amnésia”, lamenta. Quando ao final do julgamento, deixa uma certeza: “O que espero no fim de isto tudo é que cada um siga a sua vida”, refere. Por fim, mais um desabafo. “Não há nada que possa fazer para que a minha filha volte”, termina o cantor.

Texto: Bruno Seruca
Fotos: Impala e reprodução Instagram
PUB