EXCLUSIVO! TVI deixa cair investigação de Ana Leal. Jornalista «teme represálias»

Ana Leal prometeu a transmissão de uma reportagem em que iria «revelar falhas graves na resposta do Serviço Nacional de Saúde» à pandemia da Covid-19, mas tal não aconteceu. A TVI desvaloriza o caso.

26 Mar 2020 | 19:30
-A +A

«Esta quarta-feira , no Jornal das 8, vamos revelar falhas graves na resposta do Serviço Nacional de Saúde.» Foi desta forma que Ana Leal prometeu, na terça-feira à noite, através do Facebook, a transmissão de uma investigação feita pela sua equipa a propósito de alegadas lacunas à forma como o estado português tem lidado com a pandemia da Covid-19. Contudo, tal não aconteceu.

«Perante as muitas perguntas que têm sido colocadas por seguidores da página do programa Ana Leal» desde o momento em que se verificou a não exibição do trabalho jornalístico em questão, a profissional da TVI escreveu na mesma rede social, quer no seu perfil pessoal, quer na página do programa: «Não é da minha responsabilidade a não emissão da reportagem que estava anunciada.»

A mensagem em questão acabou por ser eliminada da página de Facebook do formato de investigação jornalística. A que foi publicada no perfil pessoal da jornalista mantém-se.

 

Veja as imagens que provam as mensagens na galeria!

 

Censura? Contactada pela TV 7 Dias num primeiro momento, em que a referida publicação ainda estava disponível na página do seu programa, Ana Leal recusou-se a prestar mais esclarecimentos para lá do que fez na página oficial de Facebook do programa que coordena. «Não tenho mais anda a acrescentar alem do que tornei público», afirmou apenas. A nossa revista voltou a contactar a jornalista depois de a mensagem ter sido eliminada, mas esta não se mostrou disponível para comentar.

À TV 7 Dias, fonte oficial da TVI desvaloriza o caso. «A peça da Ana Leal caiu. Todos os dias caem peças. Às vezes caem umas, outras vezes caem outras», diz o canal, não sabendo clarificar, porém, se a reportagem em questão ainda vai ser transmitida pelo canal. Houve censura? A resposta é perentória: «Não houve. Claro que não houve.»

A TV 7 Dias sabe, junto de uma fonte ligada à TVI, que Ana Leal «teme represálias» por parte da estação de Queluz de Baixo depois de ter feito publicamente um esclarecimento sobre a não transmissão da investigação sobre as alegadas «falhas graves na resposta do Serviço Nacional de Saúde» à pandemia da Covid-19. «No passado, a Ana já teve um processo disciplinar que lhe trouxe muitos dissabores. É natural que ela receie retaliações depois da coragem que teve em defender a sua honra pela não exibição da reportagem», diz-nos a mesma pessoa.

 

Ana Leal foi impedida de entrar na TVI

 

O processo disciplinar a que esta fonte se refere remonta a 2013. Em março desse ano, Ana Leal apresentou a José Alberto Carvalho, na altura Diretor de Informação, e ao Conselho de Redação um pedido de esclarecimento, depois de Judite Sousa, então Diretora-Adjunta de Informação, ter optado pela não transmissão de uma peça sua sobre o Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP, sistema que, recorde-se, foi homologado por António Costa, quando o atual primeiro-ministro exercia as funções de ministro da Administração Interna) no Jornal das 8. A reportagem acabou por ir para o ar, no dia seguinte, no programa 25ª Hora, da TVI24.

Em abril, Ana Leal acabou por ser alvo de um processo disciplinar. Foi suspensa e impedida de entrar nas instalações do canal, em Queluz de Baixo, até à conclusão desse processo. Voltou ao trabalho em junho do mesmo ano, mas ainda em clima de tensão com o canal, ao ser-lhe aplicada a sanção de repreensão registada.

Em outubro do ano seguinte, três dias antes de o caso começar a ser julgado no Tribunal do Trabalho, a TVI e Ana Leal chegaram a um acordo, com o canal da Media Capital a retirar à jornalista a repreensão registada e a profissional a prescindir da indemnização por danos morais.

 

VEJA TAMBÉM:
Ana Leal revela que António Costa ligou para a TVI a pedir: «Despeçam-na!»
António Costa desmente pressões para despedir Ana Leal: « É mentira!»
Ana Leal lança acusações a Carlos Cruz: «Ele ia lá intimidar-me»

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala e D.R.

 

ATENÇÃO!

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:
  1. aceda a www.lojadasrevistas.pt
  2. escolha a sua revista
  3. clique em COMPRAR
  4. clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA
  5. introduza os seus dados e escolha o método de pagamento
  6. Não tem conta PayPal? Não há problema! Pode pagar através de transferência bancária!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

PUB
Top