TVI reage a processo judicial por parte de Leonor Poeiras contra o canal

a TVI já reagiu às intenções de Leonor Poeiras em mover um processo judicial contra o canal, após ter sido dispensada de um dia para o outro.

10 Nov 2020 | 22:20
-A +A

Após Leonor Poeiras ter anunciado publicamente a sua intenção em avançar com um processo em tribunal contra a TVI, a Nova Gente contactou a estação de Queluz de Baixo que não quis alongar-se sobre o caso: “A TVI não faz nenhum comentário, além dos que fez na época”, contou à nossa publicação.

Foi no passado domingo, 8 de novembro, durante um direto na sua página de Instagram, que a apresentadora deixou escapar a sua intenção de processar o canal pela qual deu a cara nos últimos 17 anos. “Posso-vos dizer que durante este verão e até por várias razões…pela TVI e tudo…fiquei com imensas dúvidas sobre os meus direitos e fui estudar. Fui procurar um advogado, Dr. Garcia Pereira, e, obviamente, tive uma conversa com ele muito longa sobre o direito do trabalho em que descobri muitas coisas e decidimos em conjunto avançar judicialmente”, revelou junto de quem a acompanha naquela rede social.

O desentendimento entre Leonor Poeiras e a TVI dá-se quando a comunicadora tomou conhecimento através das redes sociais de que não mais faria parte de “Cabelo Pantene – O Sonho”, o último formato pela qual deu a cara em nome próprio. A segunda temporada foi entregue a Luís Borges e Ana Sofia Martins. Na altura, a apresentadora diz-se ter sentido “ignorada” pela estação e alegou ter sido “dispensada” pela mesma. Segundo a própria, mais tarde chegou a confirmação, pela mão do atual Diretor-Geral da TVI, Nuno Santos, de que não era mais um rosto desejado para o canal.

Após a revelação pública do mal-estar entre Leonor Poeiras e a TVI, a estação de Queluz de Baixo reagiu às palavras proferidas pela apresentadora. “Nós tínhamos outras coisas para lhe dar, mas ela não estava disponível para os projetos que tínhamos para ela”. Helena Forjaz, que na altura desempenhava as funções de Diretora de Comunicação da Media Capital, frisou ainda, à revista Maria, que a apresentadora “não tinha vínculo contratual com a TVI” e que, por isso, “não pode ter sido despedida”.

Texto: Alexandre Oliveira Vaz; Fotos: Redes Sociais

Veja também:
Leonor Poeiras põe TVI em tribunal: “Fiquei com imensas dúvidas sobre os meus direitos”
Filomena Cautela elogia Leonor Poeiras: “É uma profissional rara e de excelência”
Leonor Poeiras desmente a TVI e acusa: «Fui a única a quem ofereceram metade do cachê»

PUB
Top