TVI reage às declarações de Leonor Poeiras: «Tínhamos outras coisas para lhe dar»

A TVI garante que tinha programas em vista para Leonor Poeiras, que afirmo ter sido dispensada pelo canal: «Não se mostrou disponível para fazer os projetos que tínhamos para ela.»

16 Jul 2020 | 21:12
-A +A

Fora do ecrã há dois meses, Leonor Poeiras revela que foi dispensada da TVI. O último programa que apresentou foi a 13 de maio, quando substituiu Fátima Lopes em A Tarde É Sua. A apresentadora assume que o mal estar na TVI já se sentia há algum tempo e que culminou quando soube através das redes sociais que estava fora da segunda edição do programa Cabelo Pantene – O Sonho, apresentado esta última vez por Luís Borges e Ana Sofia Martins. «Soube pelas redes sociais que tinha sido dispensada do programa», revelou a apresentadora ao site Holofote.

Leonor Poeiras assume ainda que passou a ser apenas chamada para substituir Fátima Lopes, fosse nas féria  ou folgas da apresentadora, e que recusou fazê-lo agora (Fátima está de férias desde o dia 13), avançando Mónica Jardim para a condução de A Tarde É Sua.

 

 

Leonor Poeiras teve de sair do Somos Portugal devido à falta de audição. «Não desapareci por causa disso, eu posso trabalhar, mas não posso estar exposta ao ruído», disse ainda. E acrescentou: «Acabei por ser dispensada da TVI. Não tenho contrato, mas sempre trabalhei em exclusividade para o canal. São 17 anos. Dispensaram-me a partir do momento em que me tiram do programa e eu sei disso pelas redes sociais. Cresceu em mim um sentimento que nunca tinha experienciado. Passei a ser completamente ignorada e sofro. Passou a ser como os meus seguidores me diziam: ‘Então, só a chamam para tapar o buraco?’».

Foi por Nuno Santos que a apresentadora soube que saía da TVI. «A partir do momento em que o Nuno Santos me diz, no final de maio: ‘És livre para procurar trabalho noutro sitio’… Eu nunca ouvi isto antes. A TVI sempre me tratou com a maior consideração e profissionalismo. Fiquei revoltada e chocada com isto. Não me identifico com esta atual Direção de Programas», assumiu.

 

«Gostamos de ter pessoas que queiram estar connosco»

 

Contactada pela Maria, a Diretora de Comunicação da Media Capital, Helena Forjaz, explica o que aconteceu. «A Leonor não tinha vínculo contratual com a TVI, não pode ter sido despedida. Nós tínhamos outras coisas para lhe dar, mas ela não estava disponível para os projetos que tínhamos para ela», alega a responsável.

Questionada sobre se a TVI gostava de ter a apresentadora no ecrã, Helena Forjaz assume: «Nós gostamos de ter pessoas que queiram estar connosco. A Leonor não se mostrou disponível para fazer os projetos que tínhamos para ela».

A mesma revista quis ainda saber se esses projetos iam para lá da apresentação do Somos Portugal e da substituição de Fátima Lopes em A Tarde É Sua. «Às vezes, as oportunidades vão surgindo à medida em que as coisas acontecem. Acontece com apresentadores e atores. Umas vezes aparecem, outras não», afirma.

 

De estrela em ascensão ao desaire de Quem Quer Casar com o Meu Filho

 

Outrora um dos rostos mais emblemáticos do entretenimento da TVI, Leonor Poeiras conduziu formatos como o reality show Fear Factor, em 2004, o concurso Quem Quer Ganha, o talent show Rising Star – A Próxima Estrela. Apresentou os programas diários de várias edições da Casa dos Segredos e, entre 2011 e 2019, fez parte do naipe de apresentadores do programa Somos Portugal. Em 2019, foi o rosto de um dos maiores flops dos últimos anos da estação de Queluz de baixo, Quem Quer Casar com o Meu Filho?, reality show que foi cancelado pouco tempo depois da estreia.

Leonor Poeiras deixa a estação onde começou a trabalhar há 17 anos numa altura de mudanças. Na semana passado, Sérgio Figueiredo abandonou a direção de informação da TVI e esta quinta-feira, 16 de julho, Nuno Santos foi anunciado como diretor-geral da estação de Queluz de Baixo, acumulando as pastas da informação e da programação.

Ainda esta quinta-feira foi também anunciada a saída de Luís Cabral do cargo de CEO do grupo Media Capital, lugar agora ocupado por Manuel Fernando de Macedo Alves Monteiro. Recorde-se que, em maio passado, o empresário Mário Ferreira comprou 30,22% da empresa dona da TVI, um negócio bem sucedido após o desaire da tentativa de aquisição da Media Capital pelo grupo Cofina, uma operação abortada em março deste ano.

 

Texto: Ana Lúcia Sousa e Raquel Costa | Fotos: Arquivo Impala e redes sociais

 

Veja mais:
Leonor Poeiras confessa que ficou «surda» de um ouvido. Saiba o que aconteceu!
Leonor Poeiras entra em quarentena «no meio de tanto desânimo». E vê o filho após 22 dias

PUB
Top