Uma semana depois de overdose, Demi Lovato está MUITO DOENTE e FRÁGIL

Cantora norte-americana foi levada de urgência para o hospital na terça-feira, dia 24 de julho, depois de ter sofrido overdose na sua casa, em Hollywood Hills.

31 Jul 2018 | 13:40
-A +A

Uma semana depois de ter sido encontrada inconsciente em casa, a cantora norte-americana Demi Lovato continua internada e o seu estado de saúde inspira cuidados.

Veja também: Demi Lovato internada de urgência

Desde então, a cantora tem passado os seus dias internada no hospital, com um prognóstico reservado. Segundo o site TMZ, Demi permanece no hospital depois de ter sofrido «complicações». O tipo de complicações da ex-estrela da Disney não foi especificado.

 

Ainda não se sabe quando vai ter alta 

 

Segundo fontes do mesmo site, a cantora do grande êxito «Sober» está a sofrer náuseas externas e febre alta, entre outros sintomas. Os relatórios indicam que, devido a outras «complicações» relacionadas com a alegada overdose, Demi ainda não pode ter alta médica.

Foi administrado Narcan como tratamento, um antídoto reverte os efeitos da overdose por drogas derivadas do ópio, por paramédicos depois de Demi ter sido encontrada inconsciente por um membro da sua equipa, que chamou uma ambulância.

Embora os médicos não tenham decidido quando Demi poderia finalmente sair do hospital, uma fonte refere: «Ela está sob os cuidados de especialistas e espera-se uma recuperação completa».

Fontes garante que Demi Lovato esteve entre a vida e a morte antes de receber o tratamento de emergência e que os familiares aguardam ansiosamente para que a cantora volte para a reabilitação, depois de recuperar deste susto.

Esta não é a primeira vez que a cantora tem problemas com o consumo de drogas. Com apenas 17 anos, Demi Lovato ficou viciada em cocaína, tendo sido internada para fazer um tratamento desintoxicação. Na altura, a cantora tinha apenas 18 anos.

A má influência da amiga bailarina 

 

Dani Vitale, bailarina de Demi Lovato, tem sido alvo de ataques na internet depois da cantora (e amiga) ter sido levada para o hospital. Tudo isto porque é acusa de ser uma «má influência» e ter tido responsabilidade na overdose super estrela norte-americana.

 

Numa publicação no Instagram, Dani Vitali publicou um emotivo texto em que nega qualquer tipo de responsabilidades em relação a este trágico acontecimento.

«Preocupo-me com a Demi, tal como todos vocês. Não disse nada sobre esta situação até agora por causa da sua recuperação, que tem sido o mais importante. Não estava com a Demi quando este incidente ocorreu, mas estou com ela agora e vou continuar a estar porque ela significa tudo para mim (…)Tal como todos vocês, não tenho nada para além de amor no meu coração por ela. Não existe necessidade de pensamentos negativos», pode ler-se.

 

Veja também: Toda a verdade: Demi Lovato ABANDONADA pelos amigos depois de sofrer overdose

 

Fotos: Reuters

PUB
Top