Vasco Palmeirim e Filomena Cautela: 2019 É DELES!

Vasco Palmeirim e Filomena formam a dupla que vai conduzir a final do Festival da Canção. E, ao longo dos próximos meses, vão estar sempre na antena da RTP1.

20 Fev 2019 | 20:45
-A +A

A 2 de março, Vasco Palmeirim e Filomena Cautela trabalharão juntos pela primeira vez. A dupla que conduz a final do Festival da Canção, em Portimão é, cada vez mais, uma aposta ganha para a RTP1.

 

Veja mais: Cautela e Palmeirim juntos «pode ser catastrófico ou genial»

 

A confirmação é feita por José Fragoso, diretor de programas da estação pública de televisão, que revelou os novos projetos de Vasco e Mena para os próximos meses.

«Estamos a desenvolver um formato protagonizado pelo Vasco Palmeirim e outro com a Filomena Cautela a apresentar. Sobre estes não vou dizer mais rigorosamente nada», disse, esta quarta-feira, o responsável pela programação da RTP, adiantando ainda que o programa de Vasco Palmeirim será «na área da música».

 

Veja mais: Voltámos à escola com Vasco Palmeirim

 

Fragoso confirma ainda que haverá mais uma temporada de Joker, o concurso das noites do primeiro canal conduzido pelo animador das Manhãs da Comercial. «Vamos gravar mais Joker. Temos gravado até maio, junho mas vamos começar a gravar mais daqui a um mês».

Além destes dois programas, é também certa a presença de Palmeirim na sétima temporada de The Voice Portugal, que regressa no outono.

«A RTP permite muito mais liberdade de acção»

 

Quanto a Filomena Cautela, a continuidade tanto do 5 Para a Meia Noite como da apresentadora no formato é também confirmada por José Fragoso. «O ‘5’ vai continuar, independentemente deste formato. O programa vai continuar com a Filomena. Na interrupção do 5 Para a Meia-Noite, no Verão, vamos fazer este», explica o diretor de programas da RTP.

Questionado sobre se Vasco Palmeirim e Filomena Cautela já foram aliciados pela concorrência, Fragoso diz: «Não sei. O que acho é que nós temos, não dois pontas de lança mas muitos pontas de lança. Temos uma equipa grande e há pessoas que fazem o seu trabalho num formato, outras noutro. O que nós gostamos é que as pessoas estejam nos conteúdos certos e estejam confortáveis a fazê-los».

 

Veja também: Saiba tudo sobre o novo programa de Tânia Ribas de Oliveira

 

O diretor de programas da estação pública de televisão salienta ainda que  «todas as pessoas, o que fazem aqui na RTP é difícil de fazer noutros sítios». «A RTP permite muito mais liberdade de acção, sem a preocupação de estar a fazer sempre as mesmas coisas da mesma maneira. Acho que muitos profissionais gostam de trabalhar com a RTP e reconhecem essa diferença».

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: Arquivo Impala

PUB
Top