Vasco Palmeirim mostra LADO DESCONHECIDO: «Vou ser mauzinho»

Vasco Palmeirim vai dar a conhecer aos portugueses um lado que, até agora, estava escondido. A partir de dia 27 de agosto, o apresentador vai deixar de ser bonzinho…

21 Ago 2018 | 15:58
-A +A

Vasco Palmeirim tem um novo projeto em mãos como apresentador de um concurso televisivo, na RTP.

Joker é um programa adaptado de um formato francês, pelo qual Vasco vai dar a cara. O concurso consiste em responder a 12 questões que possibilitam aos concorrentes ganhar vários prémios, sendo o mais alto o de 50 milhões de euros.

O animador das manhãs da Rádio Comercial não podia estar mais feliz com o novo desafio.

«Cresci a ver concursos, na RTP, por isso o bichinho do quiz-show ficou aqui. Quando me foi proposto apresentar o Joker, vi o formato francês e disse: ‘Isto é de facto a minha praia’», contou Vasco, acrescentando: «É um concurso com muitas nuances. Não é um muito ‘dark’ como o Quem Quer Ser Milionário, é mais casual».

LEIA MAIS: Palmeirim sobre o filho: é a mascote da turma

O apresentador partilhou ainda que este programa lhe vai dar oportunidade de explorar um novo lado. «Este projeto permite-me continuar com o meu lado mais virado para o humor, mas também me permite um momento de tensão, porque de vez em quando chegamos a patamares elevados de dinheiro e aí vou conseguir ser mauzinho, que é uma coisa que nunca tinha conseguido fazer em televisão».

Vasco revela ainda que, devido ao seu sentido de humor, chegaram a dizer-lhe que não ia conseguir fazer o papel de mau. «Na altura até me foi dito, ‘Vasco tu não consegues ser mauzinho, quando vês alguém em apuros a tua tendência é fazer uma graça, ajudar e nós não queremos isso’. Eu disse: ‘Está bem, vou ser mauzinho’».

Apresentador confessa: «está a ser complicado»

 

A gravar Joker desde julho, a fazer as Manhãs da Comercial e pontualmente o The Voice Portugal, que regressa em outubro à RTP1, Vasco Palmeirim assume que o cansaço já se faz sentir.

VEJA MAIS: Palmeirim: digo muitos palavrões quando acordo;

«Está a ser complicado, são dias muito longos. Mas obviamente que isto faz parte do meu plano se quero continuar aquilo que eu gosto, que é rádio e televisão. Tudo são projetos que têm a minha cara», revelou o animador de rádio e explicou o lado menos bom: «A parte chata é passar pouco tempo em casa, o cansaço e as poucas horas de sono».

Apesar da agenda preenchida, Vasco aproveita todos os tempos livres para estar com a mulher, Bárbara Magalhães, e o filho, Tomás.

Como vai funcionar o programa?

Este programa foi originalmente criado na Turquia, mas foi no formato Francês que a RTP se inspirou. À semelhança de Quem Quer Ser Milionário, além do prémio monetário a intenção é partilhar conhecimento.

Veja aqui o original francês

O formato será semelhante ao francês, com a diferença de que terá mais tempo e mais perguntas. No francês, os concorrentes têm de responder a 10 questões, enquanto que neste terão 12 perguntas. Os concorrentes têm também ajudas, chamadas Jokers. Todos começam com 7, que podem ir usando ao longo do jogo.

Cada pergunta tem 4 respostas e os Jokers são ajudas para eliminar respostas. Além desta opção, os participantes também têm direito à ajuda de uma pessoa à escolha deles, a quem podem recorrer a meio do jogo.

Apesar de ser o anfitrião deste novo programa, Palmeirim vai ter a companhia, embora não presencial, de Patrícia Figueiredo. Apesar de não ser visível, a voz de Patrícia estará sempre presente, uma vez que será a «voz da sabedoria», a quem Vasco pode recorrer para informações complementares.

Segundo Palmeirim, este é um concurso em que a tensão está em alta. «Começamos de uma forma mais light mas conforme aumenta o valor, aumenta a tensão. Aquilo que adoro no Joker é a descida é muito rápida. Têm de fazer uma boa gestão».

Joker estreia-se no dia 27 de agosto, às 21h, na RTP.

 

Fotos: Paulo Alveno

PUB
Top