“Vê-lo crescer é um misto de emoções”: Pimpinha Jardim assinala aniversário do filho

Pimpinha Jardim é uma mãe babada. A repórter da TVI assinalou nas redes sociais o primeiro aniversário de Tomás. Veja a declaração de amor que a filha de Cinha Jardim escreveu.

17 Mar 2021 | 19:30
-A +A

Pimpinha Jardim está de parabéns. Ou melhor, a bem da verdade, quem está de parabéns é Tomás, o filho mais novo da repórter da TVI. O rebento celebra esta quarta-feira, 17 de março, o primeiro aniversário e a mamã babada fez questão de deixar uma mensagem especial nas redes sociais.

“Há um ano, às 13h57, nascia o Tomás, o meu terceiro filho. Vê-lo crescer é um misto de emoções, porque acho, sinceramente, que é o último. E penso sempre que não vou ter mais bebés em casa”, começa por escrever.

“Sempre gostei de ter os meus filhos agarrados a mim e este não é exceção. Um ano que, apesar de diferente, passou a correr. Parabéns, Tomás da Mãe. E parabéns a nós, Francisco Spínola”, continua.

Este texto, alusivo a uma fotografia onde aparece o bebé, ainda recém-nascido, ao colo da mãe, não deixou os seguidores indiferentes. “O último… estou igual”, escreve Carolina Patrocínio, realçando que também não terá mais filhos.

“Parabéns, principe Tomás e parabéns aos papás e aos manos. Um aninho, meu Deus. O tempo passa a correr. Tudo de bom aos cinco”, escreve uma seguidora. “Parabéns, Tomás. Muitas felicidades e parabéns aos papás. Tudo de bom”, acrescenta outra. Mas há mais: “Parabéns, Pimpinha! Este ano deve ter sido ótimo para ter um bebé! Só mimo em casa.”

Veja a publicação na nossa galeria.

Há um ano, Cinha não pôde ver o neto

Um dia depois de ter sido avó pela quarta vez, Cinha Jardim entrou em direto no Você na TV!, para falar sobre o neto, Tomás, filho de Pimpinha e Francisco Spínola. De quarentena voluntária em casa, a comentadora lamentou há um ano não ter estado ao lado da filha aquando o nascimento do bebé.

“Imagina tu, por causa desta pandemia, eu estou em casa por opção própria e não pude assistir nem ao parto e ainda nem o conheci. Esta parte custou-me um bocadinho porque a Pimpinha se calhar precisava do meu apoio”, lamentou Cinha Jardim. “Estava o Francisco lá. Isso já foi muito bom”, acrescentou ainda.

Texto: Andreia Costinha de Miranda com Raquel Costa; Fotos: Reprodução
Recorde também:

 

PUB