Vera Kolodzig REVELA: «Existem pessoas a quem temos de ESCONDER UM SEGREDO»

Estivemos à conversa com Vera Kolodzig, antes da atriz embarcar para a Tunísia onde vai estar em gravações para a nova novela da TVI, A Prisioneira. Vera falou-nos sobre a sua personagem, Samira.

15 Abr 2019 | 8:50
-A +A

«Muito entusiasmada» para gravar a nova novela da TVI, A Prisioneira, foi assim que o encontrou Vera Kolodzig no aeroporto de Lisboa, antes de partir para a Tunísia em gravações, este sábado, dia 13 de abril. A atriz vai interpretar uma Mulçumana chamada Samira, «rebelde», «inconformidade» e «corajosa». «Um bocadinho fora da caixa», conta.

Vera Kolodzig foi até Marrocos para estudar e fazer uma pesquisa de personagem. «Perceber um bocadinho o que é o Islão, a religião, os costumes, como vivem e comem as pessoas, como rezam e, como andam», revela.

«Temos o mesmo objetivo, estamos apaixonadas pelo mesmo homem»

Samira (Vera Kolodzig) e Teresa (Joana Ribeiro) vão apaixonar-se pelo mesmo homem, Omar (Carloto Cotta). Quando questionada sobre se ela e a personagem interpretada pela atriz Joana Ribeiro se iriam dar bem, Vera respondeu: «não me vou dar bem» (risos). «Temos o mesmo objetivo, estamos apaixonadas pelo mesmo homem, acho que é sempre uma questão difícil entre duas mulheres», confessa.

«Apaixonada» pela personagem e pela novela que está a gravar, a ex-companheira de Diogo Amaral admite que tem sido um «desafio» interpretar esta Samira. «Há coisas que são regras muito básicas, como por exemplo: a mulher não pode tocar no homem que pode vir a ser seu marido. Encontrar esse limite é um desafio muito grande», revela.

«Existem pessoas a quem, às vezes, temos de esconder um segredo»

Vera Kolodzig está «muito feliz» e a ler os episódios «uns depois dos outros». «A novela tem uma característica que gosto muito. Todas as personagens estão a mentir umas às outras, mesmo as boazinhas. Existem pessoas a quem, às vezes, temos de esconder um segredo, não por maldade, mas proteção. É muito interessante ver como se demonstra nas relações», revela.

Relativamente ao filho, Mateus, a atriz sabe lidar com as saudades, visto que são 8 dias e calha na semana em que a criança fica com o pai, o ator Diogo Amaral. «Eu disse que lhe enviava umas fotografias quando estivesse ao pé dos camelos e ele ficou todo contente», diz.

Como essenciais, Vera Kolodzig leva um «caderno em branco», «uma polaroid», «jogos», «livros» e do filho «uma foto e um amuleto».

Veja também:
A PRISIONEIRA: saiba TUDO sobre a próxima NOVELA DA TVI!
Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais; Fotos: Paula Alveno e reprodução Instagram

 

PUB
Top