Violência: Comentadora do “Big Brother” foi maltratada por “homem extremamente agressivo”

Susana Dias Ramos revelou que sofreu agressões por parte de um professor. No dia seguinte, o padrinho da hoje comentadora do “Big Brother” “agarrou” o docente “pelos colarinhos”.

10 Fev 2021 | 21:30
-A +A

Susana Dias Ramos passou “muito mal” na escola primária. A comentadora do “Big Brother – Duplo Impacto” contou, no “Extra” desta terça-feira, 9 de fevereiro, que, à semelhança da concorrente Sandrina Prato, também ela já sofreu com os efeitos da dislexia.

“Eu sofro do mesmo mal e passei muito mal na primária. Muito mal, mesmo”, começou por dizer Susana Dias Ramos. Um dos piores momentos foi quando a terapeuta de casais foi agredida por um professor, que apelidou de “homem extremamente agressivo”. “Eu errei, numa cópia, na palavra ‘desenho’. Ele mandou-me escrever em casa, 500 vezes, essa palavra. Eu escrevi ‘derrenho’ 500 vezes e ele deu-me um chapadão, que não tem outro nome, que fez com que eu caísse e batesse com o queixo na mesa e abrisse o queixo”, recordou.

 

Padrinho da comentadora do “Big Brother” confrontou professor

 

A comentadora do “Big Brother” contou ainda que, no dia seguinte, o padrinho se dirigiu à escola para falar com esse professor. “Ele [padrinho] não se explicou da melhor maneira e agarrou-o pelos colarinhos”, revelou, acrescentando que o familiar pediu ao docente para não voltar a bater na afilhada.

“Ele disse que eu era burra. Há 35 anos, não se falava de dislexia nem de hiperatividade. Eu salvei-me porque fiz patinagem artística durante muitos anos. Foi o meu pediatra que recomendou aos meus pais. Mas não se falava de dislexia e eu, por causa disso, era só burra. E sempre fui burra até ter um professor, no 9º ano, de português, que foi um homem genial e percebeu que alguma coisa estava errada comigo. Agora, eu passei muito mal”, frisou Susana Dias Ramos.

Pode ver esse momento aqui.

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top