Zé Lopes fala de Cristina Ferreira e da televisão: “têm de gostar de mim pelo que sou”

Zé Lopes esteve à frente do programa “Somos Portugal” apenas três meses. Apresentador fala da relação com Cristina Ferreira e do mundo da televisão

31 Ago 2021 | 20:15
-A +A

Em março deste ano, Zé Lopes saiu da SIC – onde esteve dois anos – para ser um dos apresentadores do “Somos Portugal”, na TVI. No entanto, o ‘afilhado’ de Cristina Ferreira não chegou a ‘aquecer lugar’ no programa e hoje é coordenador de conteúdos do “Em Família”, formato exibido também no canal de Queluz ao fim de semana.

Depois de se mostrar disponível para responder a dez perguntas colocadas pelos seguidores nos stories do Instagram, Zé Lopes foi confrontado com um assunto óbvio: a sua relação com Cristina Ferreira e como é trabalhar com a diretora de Entretenimento e Ficção da TVI.

“É uma grande aprendizagem que também acarreta a enorme responsabilidade de honrar o voto de confiança que ela deposita em mim desde o primeiro minuto“, respondeu Zé Lopes, acabando por falar sobre o “Somos Portugal”. “Tenho saudades de fazer o Somos Portugal, o único país que mostra o país real. O Somos foi um capítulo muito especial da minha vida. Foi o programa que sempre sonhei fazer e tive a oportunidade de concretizar esse sonho rodeado de pessoas incríveis“.

Zé Lopes: “Nunca mudei uma vírgula da minha personalidade”

Confessando que já teve períodos complicados na sua vida, o jovem, de 23 anos, assegura que é o mesmo dentro e fora do ecrã. “Nunca mudei uma vírgula da minha personalidade, nem em televisão, nem nas redes sociais. As pessoas têm de gostar de mim pelo que sou e não pelo que pareço”, sublinha, adiantando que tem muita energia e tenta sempre tirar o melhor proveito de cada momento. “A vida não nos permite ensaios, Tem de ser vivida de form intensa e feliz”.

Zé Lopes refere ainda que quando algo corre mal, foca-se na aprendizagem. “É claro que há dias em que estou mais triste, mas tento na exteriorizar sentimentos negativos. Quero gente feliz em meu redor”.

 

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Redes sociais 

PUB
Top